COMPLEXO MAGAZINE.pt - Revista Digital É seguro usar o protetor solar do ano passado?

É seguro usar o protetor solar do ano passado?

Teresa Brito

Saiba se os essenciais de verão que guardou do ano anterior ainda o vão proteger este verão.

Apesar de as temperaturas ainda não chamarem para a praia, as lojas estão já cheias de bikinis e os supermercados, farmácias e perfumarias mostram também já os expositores com produtos solares. No entanto, a maioria dos portugueses tem muito provavelmente ainda restos de produtos do ano anterior e não quer ‘deitar dinheiro fora’. É importante, portanto, saber se os produtos solares do ano anterior ainda funcionam, para que ‘o barato não saia caro’.

Se está de momento com este dilema, aqui ficam algumas respostas.

É seguro usar o protetor solar do ano passado?

PROTETOR SOLAR
‘Os protetores solares contêm 2 tipos de filtros UV, sintéticos ou orgânicos, que absorvem os raios, e minerais ou inorgânicos, que a refletem. Normalmente, ambos são usados em conjunto.’, explica um especialista.
O que pode por vezes acontecer é que os cremes mais antigos se separem e não espalhem uniformemente, deixando-o desprotegido, mesmo se em teoria os ingredientes do produto continuam ‘bons’.
Adicionalmente, protetores solares mais antigos podem causar irritações, e têm também maior probabilidade de estar infetados com bactérias.
No entanto, segundo o especialista citado, não deve haver risco se o creme for apenas do ano passado, por isso pode acabar a embalagem sem medo.

É seguro usar o protetor solar do ano passado?

AFTER-SUN
Os cremes pós-solares têm apenas uma função principal: refrescar a pele e impedir que escame.
No entanto, e apesar de não existirem ingredientes que tornem os pós-solares particularmente perigosos ou ineficazes depois do fim da sua validade, é importante referir que estes costumam ser aplicados em áreas por si sensibilizadas e vulneráveis a alergias e irritações, e portanto é preferível apenas utilizar produtos que estão dentro do prazo indicado na embalagem por um desenho de um frasco aberto com o número de meses (ex. 12M) dentro.

O autor