Início Moda A 32 edição do Portugal Fashion decorreu no Porto

A 32 edição do Portugal Fashion decorreu no Porto

178
0

Entre os dias 21 e 23 de Março, a Cidade Invicta encheu-se de glamour e ficou ainda mais bonita – saiba porquê.

 

Desde 1995 a encantar o público com o melhor da moda nacional, o Portugal Fashion apresentou-se na sua 32ª edição na cidade do Porto, espalhando beleza e boa-disposição. Sob o tema VIBE, o evento contou com quatro dias de desfile em que se ditaram as tendências Outono-Inverno 2013-14.

 O evento foi inaugurado por Katty Xiomara, que se apresentou com uma coleção feminina, irreverente e atual, em que as tonalidades de referência são o preto, cinzento e branco, com destaque para o azul-cobalto e para o recurso a padrões geometrizados.

A 32 edição do Portugal Fashion decorreu no Porto
Katty Xiomara abriu a 32ª edição do Portugal Fashion

O primeiro dia contou ainda com as contribuições de Júlio Torcato (cujo desfile foi abrilhantado pela música ao vivo, sendo a sua coleção direcionada ao público masculino cosmopolita e urbano) e de Anabela Baldaque , que se destacou pela construção de uma coleção consistente em que a mulher romântica e feminina representada pela utilização de seda, lã e de apliques de renda se encontra em harmonia com os padrões quadriculados, vivos e enérgicos que remontam para os anos sessenta e setenta.

O segundo dia de desfiles contou com nomes fortes da moda portuguesa: Diogo Miranda, Luís Buchinho, Miguel Vieira e Teresa Martins foram os estilistas que deram criatividade e corpo às tendências na passerelle. O primeiro criador a apresentar as suas propostas foi Ricardo Preto, num jogo de texturas e padrões contrastantes e simultaneamente harmoniosos que englobaram lãs, seda, xadez, camuflado e animal prints. Além disso, a coleção – elaborada em tons de amarelo, azul, preto, branco, vermelho e verde – primou pela conjugação de silhuetas constituídas por peças justas e volumosas e pela escolha sugestiva de acessórios.

MEAM by Ricardo Preto.
MEAM by Ricardo Preto

Foi também neste segundo e agitado dia que foi aberto o Espaço Bloom, cujo intuito reside na divulgação das propostas e criações dos estilistas mais jovens e promissores da moda. Assim, Cláudia Garrido, Carla Pontes (que deu vida ao corpo tridimensional através do recurso a volumes, blocos texturados e ao uso de tonalidades azuis), Stefano Ficetola (que apresentou REBUILD, trabalho que deve a sua inspiração ao ambiente trendy japonês e se direciona para o público masculino) e Joana Ferreira foram alguns dos ‘artistas do têxtil’ que se fizeram representar no âmbito do Portugal Fashion.

A 32 edição do Portugal Fashion decorreu no Porto
REBUILD, de Stefano Ficetola

Para finalizar o evento, o último dia foi rico em desfiles e agitação. Além das propostas frescas do Espaço Bloom (presentes pelas criações de João Melo e Costa, Mafalda Fonseca e Diana Matias), a passerelle foi pequena para acolher um número tão grande de criadores: INDUSTRY, Cohibas, Dkode, Alexandra Moura + GOLDMUD, J. Reinaldo, NOBRAND, Silvia Rebatto, Carlos Gil, VICRI, Lion of Porches, Felipe Oliveira Baptista e Dielmar.

Como destaques neste terceiro dia, a par de Luís Onofre – que brilhou com a coleção Black is Black, dando conta das novidades no âmbito dos acessórios, em que sapatos e malas assumiram a liderança de forma sofisticada –, também a marca de calçado FLY LONDON ofereceu a sua abordagem inovadora e distanciada de convencionalismos, onde homens e mulheres puderam testemunhar sapatos e botins em pele, com berloques, em madeira e impregnados de cores e formas assimétricas.