Início Notícias Angelina Jolie faz dupla mastectomia

Angelina Jolie faz dupla mastectomia

84
0
Angelina Jolie faz dupla mastectomia

A atriz fez uma dupla mastectomia de forma a prevenir cancro da mama.

 

Angelina Jolie, de 37 anos, fez uma dupla mastectomia de forma a prevenir cancro da mama.

Foi a própria que avançou com a notícia numa carta publicada no jornal The New York Times.

A atriz realizou análises que demonstraram que tinha uma falha no gene BRCA1, elevando assim o risco de cancro da mama e dos ovários.  Angelina Jolie tinha cerca de 87% de possibilidade de vir a desenvolver cancro da mama e 50% de cancro nos ovários.

Angelina Jolie faz dupla mastectomia

A atriz começa a carta por dizer “Queria escrever isto para dizer às outras mulheres que a decisão de submeter-me a uma mastectomia não foi fácil. Mas agora estou muito contente por tê-lo feito.”. Os riscos neste tipo de tratamento reduzem consideravelmente.

Angelina Jolie iniciou os tratamentos a 2 de Fevereiro, sendo que duas semanas após o começo, realizou a operação onde retirou o peito, colocando mais tarde implantes mamários para reconstrução. A atriz revelou que com o avanço da tecnologia e do desenvolvimento neste tipo de situações “os resultados podem ser lindos”. Os tratamentos terminaram a 27 de Abril, três meses depois.

No artigo publicado, com o título My Medical Choice (A Minha Escolha Médica), a atriz revela “Quando descobri que essa era a minha realidade, decidi ser proativa e minimizar o máximo de risco possível. Decidi fazer uma dupla mastectomia preventiva. Comecei pelo peito, uma vez que o meu risco de cancro da mama é maior que o do ovário, e é uma cirurgia mais complexa”, demonstrando que o processo ainda não está concluído.

A história do cancro é próxima de Angelina Jolie e toca-a de forma especial. Marcheline Bertrand, mãe da atriz, faleceu em 2007, aos 56 anos, vítima de cancro dos ovários, doença para a qual perdeu depois de 10 anos de luta. Ver a história da mãe fez com que Angelina Jolie tomasse a escolha radical da cirurgia.

Com este tratamento, Angelina Jolie desceu, em muito, as probabilidades de desenvolver cancro da mama. De 87 % desceu para 5% “Posso dizer aos meus filhos que não precisam de ter medo de me perder devido ao cancro da mama”, diz na carta.

Angelina Jolie confessa que foi muito difícil tomar uma decisão, mas decidiu avançar e admitiu ainda que a escolha por este tratamento não a diminuiu enquanto mulher e que sempre teve o apoio do marido, Brad Pitt. “Tenho a sorte de ter um parceiro, Brad Pitt, que é tão amoroso e solidário. Qualquer um que tenha uma mulher ou namorada a passar por isto, fique a saber que é uma parte importante no processo. Brad esteve no Pink Lotus Breast Center, onde fui tratada, em todos os minutos das cirurgias. Conseguimos encontrar momentos para rir em conjunto. Sabíamos que isto era a coisa certa a fazer pela nossa família e que nos poderia tornar mais próximos.”.

Angelina Jolie faz dupla mastectomia