Início Cultura e Lazer Arco da Rua Augusta foi reaberto ao público

Arco da Rua Augusta foi reaberto ao público

118
1

Monumento sofreu revitalização e permite vista panorâmica em 360º sobre Lisboa

 

Desde o dia 9 de Agosto que Lisboa conta com mais uma atração turística, o Arco da Rua Augusta, que foi revitalizado e agora permite o acesso a um miradouro, possibilitando aos visitantes uma vista panorâmica em 360 graus sobre a cidade. Acessível por elevador localizado na própria Rua Augusta, o miradouro encontra-se no topo do Arco e oferece uma vista sobre o Terreiro do Paço, a Ponte 25 de Abril, a Baixa Pombalina, a Sé, o Castelo de São Jorge e o Tejo.

O espetáculo Arco de Luz, com luzes multimédia projetadas no próprio monumento, celebra a abertura do Arco da Rua Augusta ao público. Com autoria de Nuno Maya e Carole Purnelle, as sessões ocorrem diariamente às 21:30, 22:30 e 23:30, até ao dia 18 de Agosto. As pinturas interativas permitem ao público pintar o Arco com cores e padrões de várias épocas históricas, que posteriormente serão expostas no site www.pinturasdeluz.com.

Arco da Rua Augusta foi reaberto ao público

No interior do Arco, em exposição na Sala do Relógio, é possível ainda conhecer um pouco da sua história, desde o início da construção, o terramoto de 1755 e a sua conclusão em 1875. Na parte superior do Arco, as esculturas de Célestin Anatole Calmels, representando a glória, coroando o génio e o valor, estão expostas para contemplação dos visitantes. No plano inferior encontram-se as esculturas de Vítor Bastos, representando as personalidades históricas de Nuno Álvares Pereira, Viriato, Vasco da Gama e Marquês de Pombal.

O custo total da obra de revitalização do Arco da Rua Augusta foi de 950 mil euros. Aberto diariamente, das 9:00 horas às 19:00 horas, a entrada no Arco da Rua Augusta possui o preço de entrada a 2,50 euros. As visitas são condicionadas ao número máximo de 35 pessoas por subida e o acesso a pessoas com mobilidade reduzida não é possível. Para crianças até cinco anos, a entrada é gratuita.

1 COMENTÁRIO