Início Acontecimentos Bebé nascido com HIV aparentemente curado

Bebé nascido com HIV aparentemente curado

106
0

Um bebé nascido com o vírus portador que causa a SIDA aparentemente ficou curado – cientistas anunciaram no Domingo, descrevendo o caso de um bebé que  agora já tem dois anos e meio e está sem medicação há cerca de um ano e sem sinais de infeção.

 

Não há uma certeza total de que a criança permanecerá sempre saudável, ainda que testes sofisticados tenham descoberto somente vestígios do material genético que ainda permanecem, mas que apresentam uma probabilidade muito baixa de se multiplicarem.

Especialistas afirmam que o anúncio feito ontem, apresenta provas promissoras nos esforços de erradicar a infeção do vírus HIV nas crianças. Especialmente nos países africanos onde os índices de contágio são mais elevados.

Um médico que está a par das descobertas disse que ‘se isto não for uma cura, está muito perto de o ser’.

A médica responsável pelo tratamento deste bebé- Doutora Hanna Gay- deu-lhe um tratamento com retro virais mais rápido e forte que o normal, começando com uma infusão de três drogas nas primeiras 30 horas do nascimento. Isto antes sequer dos testes confirmarem que o recém nascido estava infetado e não só em risco de contágio, pelo facto de não ter sido diagnosticada a doença até à altura do parto na mãe da criança.

Aparentemente, este cocktail de rápida ação, depositado no sangue do bebé ‘deu cabo’ do vírus antes que este se pudesse alojar permanentemente no corpo.

O próximo passo envolve um teste clínico com tratamentos mais agressivos noutros bebés de alto risco.

Ainda que as noticias possam ter um impacto bastante positivo, os médicos avisam que não se deve parar a medicação e que em primeiro lugar a prevenção é a melhor forma de tratamento.

A médica responsável por este pequeno milagre – o segundo contabilizado no mundo inteiro- afirma ainda que ‘não se pode prometer que consigamos curar os bebés infetados. Mas podemos evitar que a maioria das transmissões mãe – feto sejam feitas, se estas fizerem testes durante a gravidez’.

Bebé nascido com HIV aparentemente curado

A única outra pessoa que ficou curada do vírus da sida, passou por um tipo de tratamento bastante diferente e arriscado que incluiu um transplante de medula óssea de um dador especial (uma das raras pessoas que é naturalmente resistente ao vírus) e desde que o fez, há cinco anos, não necessitou mais de medicação.

Este caso do recém nascido ocorrido no Mississipi (Estados Unidos da América) mostra que poderão existir diferentes curas para diferentes populações de pessoas infetadas com o HIV- como afirmado pela Doutora Rowena Johnston da Fundação pela pesquisa da SIDA.

A criança respondeu bem aos tratamentos até aos 18 meses, quando a família temporariamente deixou de regressar aos hospital e interrompeu os tratamentos. Quando meses depois regressaram os testes que a Doutora Gay realizou revelaram que não foi detetado o vírus no sangue do bebé.

Este continua em observação alguns meses por ano e a infeção da mãe, que está entusiasmada pela recuperação da criança, está a ser controlada pela medicação.