Início Bem Estar Caminhadas eficazes no combate às dores lombares

Caminhadas eficazes no combate às dores lombares

111
1
Caminhadas eficazes no combate às dores lombares

Estudo revela que caminhar alivia dores lombares

 

Uma investigação da Universidade de Tel Aviv, em Israel, afirma que as caminhadas são uma forma eficaz de combater as dores lombares, para além da fisioterapia.

Michal Katz-Leurer e Ilana Shnayderman, do departamento de fisioterapia da universidade israelita, concluíram que um simples treino aeróbico composto por caminhadas é tão eficaz no alívio das dores como os programas de fortalecimento muscular que necessitam de equipamento.

Segundo Katz-Leurer, coordenadora da investigação publicada na revista científica Clinical Rehabilitation, fazer uma caminhada de 20 a 40 minutos, duas a três vezes por semana, é o suficiente para beneficiar dos seus efeitos, mesmo sendo as dores lombares um problema que exige muitas horas de fisioterapia.

Para os investigadores, as pessoas que sofrem de dores lombares devem caminhar de forma ativa, pois proporciona um estilo de vida mais saudável e os músculos lombares e abdominais trabalham com tanta eficácia como acontece durante exercícios completos e localizados.

Ao longo do estudo, os cientistas concretizaram um ensaio aleatório de controlo com 52 pacientes com dores lombares, recorrendo a questionários para compreender os níveis da dor, os sentimentos de incapacidade física dos pacientes, o grau de necessidade de evitar atividades diárias em consequência do problema que sentiam e também a sua resistência muscular e às caminhadas.
No estudo, cerca de metade dos participantes completaram um programa típico de fortalecimento muscular, com duas a três sessões de exercícios semanais ao longo de seis semanas. Já os restantes, fizeram um programa aeróbico baseado em caminhadas, caminhando uma a três vezes por semana.

Os resultados  da investigação demonstraram que os dois grupos registaram melhorias em todas as áreas analisadas e provaram que as caminhadas são “um tratamento tão eficaz como aquele que poderia ter sido recebido numa clínica”, afirmou Katz-Leurer.

Em complemento, aqueles que efetuaram caminhadas conseguiram percorrer, em seis minutos, uma distância média mais longa durante um teste realizado no final do estudo, relativamente aos pacientes tratados em clínicas.

As pessoas ativas fisicamente têm também, acrescenta Katz-Leurer, menos probabilidade de sofrer de outro tipo de dores ao longo da vida e as caminhadas contribuem ainda para reduzir a pressão arterial, melhorar o funcionamento do cérebro e do sistema imunitário e para reduzir o stress.

 

Fontes:

  • Sage Journals – “An aerobic walking programme versus muscle strengthening programme for chronic low back pain: a randomized controlled trial”
  • Boas notícias – “Caminhadas ajudam a combater dores lombares”

1 COMENTÁRIO