Início Notícias Chris Brown agride funcionária de casa noturna

Chris Brown agride funcionária de casa noturna

149
0
Chris Brown agride funcionária de casa noturna

Depois de Rihanna, Chris Brown é acusado de agredir funcionária de casa noturna na Califórnia.

 

O cantor Chris Brown figura outra uma vez na imprensa internacional sob o tema de ‘agressão’, mas agora contra a funcionária de uma casa noturna na Califórnia, onde o rapper se apresentou no último final de semana. Segundo o site TMZ, a mulher identificada como Deanna Gilles, tem 24 anos, e estava na área VIP do lugar. De acordo com informações da própria jovem, o cantor teria-a empurrado de propósito porque ela havia lhe dito que o bar iria fechar.

A força de Chris Brown fez com que Gilles caisse de joelho no chão, rompendo o ligamento do joelho direito. A funcionária foi imediatamente levada a um hospital onde foi constatado que ela deverá ter que passar por uma cirurgia. Após o atendimento médico, a jovem registou ocorrência policial e o caso passou a ser investigado pelas autoridades.

A assessoria de imprensa do rapper ainda não se pronunciou sobre o caso.

Chris Brown agride funcionária de casa noturna
Jovem supostamente agredida

Rihanna – Chris Brown está em liberdade condicional desde 2009, quando foi acusado de agredir Rihanna, sua então namorada. Em 2012, a cantora voltou com o músico e foi bastante criticada pelos fãs, mas rebateu as críticas dizendo que ninguém tinha nada a ver com os sentimentos e decisões dela.

A agressão aconteceu no dia 8 de fevereiro de 2009 em Los Angeles. Chris Brown dirigia um carro alugado, discutiu com Rihanna na saída de uma festa. Um agente policial de Los Angeles descreveu o ataque  como bastante violento num depoimento. Segundo o oficial, Brown bateu, asfixiou e mordeu Rihanna, e depois tentou empurrá-la para fora do carro.

Ainda de acordo com o policial, houve ameaças de morte. Uma imagem que mostra o rosto machucado da cantora circulou pela internet na época. Brown apresentou-se às autoridades horas mais tarde e foi libertado após pagar uma fiança de 50 mil dólares. O cantor declarou-se culpado. Sendo sentenciado a passar cinco anos em liberdade condicional, frequentar um programa sobre violência doméstica com duração de um ano e realizar 180 dias de trabalho comunitário.

Foi no estado da Virgínia que Brown cumpriu os seis meses de serviço comunitário, ainda que o crime tenha sido cometido em Los Angeles, onde Rihanna ainda reside.

Chris Brown agride funcionária de casa noturna