Início Nutrição Comida para mudar a disposição

Comida para mudar a disposição

134
1

Quando pensamos em alterações de humor, pensamos naquilo que nos rodeia (o ambiente à nossa volta, o trabalho, as relações, o dinheiro, entre outros), esquecendo-nos de que aquilo que ingerimos nos afeta diretamente.

 

Os alimentos que ingerimos têm efeitos particulares no nosso cérebro e, consequentemente, no nosso estado de espírito.

Por exemplo, tendo em conta o dia de S. Valentim, ainda certamente bem presente, todos sabemos que o chocolate lhe está associado. O chocolate contém feniletilamina, o mesmo neurotransmissor produzido pelo cérebro quando experienciamos a sensação de dar ou receber afeto. Ao comermos chocolate, a feniletilamina ajuda-nos a melhorar a nossa disposição devido ao efeito que provoca no nosso cérebro.

O mesmo acontece com os carboidratos, que produzem serotonina, a hormona que nos faz “sentir bem” e que permite que, por breves instantes, esqueçamos os problemas. Contudo, e infelizmente, essa sensação não dura muito tempo e voltamos a procurar o que nos melhore o humor.

A relação humor-comida não deve ser esquecida quando se trata de tentar perder peso. Os carboidratos e os doces com muitas calorias podem ajudar-nos a lidar com os problemas do dia a dia, mas devem ser evitados, pois podem prejudicar o nosso principal objetivo: o de perder alguns quilos. A meditação, yoga, exercício físico ou escrever num diário são algumas alternativas à ingestão de alimentos ricos em calorias para lidar com o stress adquirido.

Alimentos que pioram o nosso humor

Comida para mudar a disposição

Soja

Alimentos, como a soja, contêm goitrogenos, uma substância que afeta negativamente a tiróide, podendo conduzir à exaustão e irritabilidade, entre outras coisas. Produtos feitos com soja contêm goitrogenos, o que faz com que seja possível que interfiram com a função da tiróide e alterar a nossa disposição.

Refrigerantes light

Muitas pessoas optam por refrigerantes light, pensando que estão a fazer uma escolha mais saudável, contudo, estes contêm muitas substâncias químicas, incluindo adoçantes artificiais. Muitas pessoas que ingerem refrigerantes light reportam problemas cardíacos, dores de cabeça e alterações de humor.

Açúcar

Pode parecer que, ao consumir açúcar, de qualquer forma, ficamos com mais energia e mais animados, mas a verdade é que o seu consumo leva a um aumento da glucose no sangue, levando o organismo a produzir insulina para que os níveis de glucose no sangue voltem ao normal, mantendo a estabilidade. Quando se dá a normalização do nível de glucose no sangue, é possível que se sinta uma quebra da energia, originando mudanças no humor.

Café

A maioria das pessoas vê o café como um estimulante e apoia-se em bebidas com cafeína para iniciar o seu dia. No entanto, a cafeína trabalha com os centros de adrenalina do cérebro, podendo desencadear ansiedade. Com essa ansiedade pode vir também irritabilidade e alterações de humor.

Alimentos que melhoram o nosso humor

Comida para mudar a disposição

Carboidratos complexos

Consumir hidratos de carbono não refinados pode estimular a produção de serotonina no cérebro, o que pode contribuir para uma elevação do humor.

Alimentos a experimentar: quinoa, milho e arroz castanho.

Alimentos ricos em selénio

Deficiencia em selénio pode levar a irritabilidade, depressão e problemas de tiróide. Consumir alimentos ricos em selénio pode contribuir para o bom funcionamento da tiróide e elevar o humor. Mas não exagere!

Alimentos a experimentar: cogumelos crimini e nozes brasileiras.

Alimentos ricos em ácido fólico (ou folato)

A deficiência em ácido fólico tem sido associada à depressão, pois diminui os níveis de serotonina no cérebro. Consumir alimentos ricos em vitamina B pode superar essas deficiências, elevando a sua moral.

Alimentos a experimentar: espinafre, lentilhas e feijão-frade.

Alimentos que contenham ómega-3

Segundo um estudo da Universidade de Pittsburgo, em 2006, a deficiência em ácidos gordos ómega-3 está associada a um aumento do estado depressivo. Consuma alimentos ricos neste tipo de gordura para elevar o seu estado de espírito.

Alimentos a experimentar: sementes de linhaça, sementes de chia, nozes.

Alimentos ricos em vitamina D

A vitamina D é adquirida, principalmente, através da absorção solar. Nos países mais a norte, e durante o inverno, muitas pessoas sofrem de deficiência de vitamina D, o que pode acarretar problemas de humor. Por esta razão, os especialistas aconselham a tomar suplementos de vitamina D ou alimentos ricos neste nutriente durante o inverno ou em climas nórdicos.

Alimentos a experimentar: Cogumelos shiitake.

Alimentos ricos em gordura vegetal

O nosso cérebro necessita de gordura para funcionar como deve ser e, ao contrário do que se julga, nem todas as gorduras são más. Apesar de não ser precisa muita gordura para estimular o cérebro, é necessária alguma.

Alimentos a experimentar: abacate, óleo de coco e nozes.

Alimentos picantes

A comida picante aumenta a circulação e faz com que o cérebro liberte endorfinas, estimulando o cérebro.

Alimentos a experimentar: malaguetas.

Alimentos ricos em magnésio

O magnésio é um mineral que atua a nível do relaxamento muscular, reduzindo o stress e elevando o nosso humor.

Alimentos a experimentar: alcachofra, folhas de beterraba, amêndoas e feijão-frade.

Alimentos ricos em ferro

Se não houver ferro suficiente no seu sangue, poderá sentir-se cansado, deprimido e irritado.

Alimentos a experimentar: sementes de abóbora, legumes e algas.

Comida para mudar a disposição

 

Fontes:

  • Georgianna Donadio – “The Food You Eat Can Change Your Mood”
  • Kimberly Snyder – “How Certain Foods Can Change Your Mood”

1 COMENTÁRIO