Início Acontecimentos Concorrente austríaca á Eurovisão causa controvérsia

Concorrente austríaca á Eurovisão causa controvérsia

126
0
Concorrente austríaca á Eurovisão causa controvérsia

Mulher barbuda que representa Áustria na Eurovisão surpreende e incomoda os mais conservadores.

 

Desde que a concorrente austríaca à Eurovisão deste ano foi revelada, que a confusão tem reinado por essa Europa fora. A razão? Conchita Wurst é um travesti, um homem de barba rija, que se veste e carateriza como uma esbelta mulher, em palco, numa polémica acção de ativismo pela igualdade dos sexos.

Concorrente austríaca á Eurovisão causa controvérsia

Ora, se esta não é a primeira vez que algo do género aparece no tradicional concurso musical europeu, que este ano abre as portas a uma atuação promovida pela televisão australiana, como entretenimento numa das semi-finais, em reconhecimento do apoio do país ao concurso, este será talvez dos casos mais flagrantes.

Como seria de esperar, a mensagem ofendeu alguns dos mais conservadores, nomeadamente a muito tradicional Associação de Pais Russos, que segundo a Reuteurs, colocou uma petição online pedindo à televisão russa que exclua a transmissão do concurso da sua programação.

Concorrente austríaca á Eurovisão causa controvérsia

Na petição, assinada por cerca de 15.000 pessoas, pode ler-se que Conchita ‘representa um estilo de vida inaplicável aos russos’ e que o concurso ‘se tornou uma estufa para a sodomia e iniciação dos liberais Europeus’, acrescentando ainda que ‘a Rússia é um dos poucos países europeus que conseguiu manter valores familiares normais e saudáveis, baseados no amor e apoio entre homem e mulher’.

A Eurovisão, apesar de ser uma das mais tradicionais competições europeias, tem tido uma história de abertura e progressismo, nomeadamente com a vitória da transsexual israelita Dana Internacional, em 1998, que +participou novamente no concurso recentemente. Aliás, a própria Rússia foi protagonista de um episódio caricato, ao enviar o duo de pseudo-lésbicas t.A.T.u a concurso em 2003.

Concorrente austríaca á Eurovisão causa controvérsia

Em Portugal, a Eurovisão está também a causar alguma polémica este ano, devido à escolha da música ‘Eu Quero Ser Tua’ interpretada por Suzy, muito criticada pelo público e grandes figuras ligadas ao Festival da Canção. A música, que nos vai representar em Copenhaga, foi escrita pelo cantor popular Emanuel.

A Eurovisão decorre na semana que vem, como meias-finais a 6 e 8 de maio, e a final, transmitida pela RTP a 10 de maio.