Início Saúde Conheça as fobias do tempo moderno

Conheça as fobias do tempo moderno

157
0

Conheça as fobias do tempo moderno e como a tecnologia mudou os nossos medos

 

As fobias sempre existiram mas, hoje em dia com a tecnologia sempre ao nosso alcance, algumas situações consideradas normais são agora também parte da lista das fobias psicológicas. É considerada uma fobia, todas as aversões exageradas a situações, coisas ou animais.
Conheça-as e saiba de sofre de alguma.
ANTEFAMAPHOBIA

A Antefamaphobia é o medo das pessoas estarem a falar de si e pararem quando entra na sala. Muito presente em escritórios e salas de aula, será uma das fobias mais presentes no nosso dia-a-dia.

Conheça as fobias do tempo moderno

CHOROPHOBIA

O medo de dançar. A Chorophobia manifesta-se quando uma pessoa é confrontada a dançar em público ou privado e pode agravar-se se for convidada directamente para entrar na dança. Quem tiver esta fobia irá fazer de tudo para se esquivar de dar o ‘pézinho de dança’ e poderá até ter ataques de pânico e hiperventilação.

ALLODOXAPHOBIA

Sendo um tipo pouco comum, a Allodoxaphobia é a fobia das opiniões de outras pessoas, mesmo que não as conheça. Quem sofre desta condição poderão ter estado em situações em que sentiram que as suas opiniões não interessavam para as outras pessoas e os pacientes tentarão o possível para evitar confrontos e discussões.

EDITIOVULTAPHOBIC

Uma junção das palavras Latinas para ‘Face’ e ‘Book’ dão o nome a esta fobia, visto que a Editiovultaphobic é o medo do Facebook. Esta fobia pensa-se ter aparecido devido ao constante bombardeamento pelos amigos e conhecidos do paciente para aderir ao Facebook e outras redes sociais. Aflições e sintomas podem aparecer devido apenas à menção de algum status na rede social e agravar-se se o paciente estiver ao lado de alguém que não consegue parar de ver o seu perfil e o que se passa na rede.

CONSECOTALEOPHOBIA

Para quem tem esta fobia, a comida oriental é capaz de não ser a sua preferida. A Consecotaleophobia é a fobia de pauzinhos chineses, usados em todo o tipo de restaurantes orientais. Poderá ser desenvolvida devido à alguma dificuldade que existe em utilizá-los e também por uma situação passada que não tenha corrido muito bem a tentar comer com eles. O racismo também poderá ter parte nessa fobia, pois indivíduos que não gostem de países Asiáticos, por variadas razões, são mais propensos em desenvolver esta fobia.

CYBERPHOBIA

O medo de computadores pode ser bastante prejudicial no mundo em que vivemos, visto que para quase todos os trabalhos precisamos de usar um. O medo irracional de computadores, ou de ter de usar um pode causar ansiedade e preocupação para quem sofrer desta fobia. Esta condição pode ser desencadeada por não perceber o funcionamento dos computadores e/ou não saber utilizá-los, manifestando-se mais frequentemente nas pessoas de idade mais avançada.

EUPHOBIA

Receber boas notícias é bom sinal. Deixa-nos felizes e optimistas… a não ser que sofra de Euphobia, a fobia de boas notícias. Normalmente desenvolvida quando um paciente fica desapontado por saber boas noticia que depois vai a descobrir que na realidade não aconteceram (como pensar ter ganho o Euro milhões). Indivíduos podem preferir ouvir apenas más notícias, que sabem ser verdade, que ouvir boas e ficar a pensar se serão ou não verdade. Esta fobia pode transformar o paciente em alguém pouco optimista, carrancudo e infeliz, pelo menos para as pessoas que se relacionam com ele.

ANUPTAPHOBIA

Embora Anuptaphobia seja a fobia de ficar solteiro, muitos pacientes também a manifestam tendo medo de ficar casado com alguém que não é ideal para eles. Uma outra fobia normalmente também presente nestes casos é a Gamophobia, a preocupação com e com tudo o que tem a ver com o casamento. Sintomas podem ser provocados pelos amigos e pessoas em seu redor terem namorados e/ou serem casados, estando assim o paciente a pensar constantemente no assunto.

Conheça as fobias do tempo moderno

CATAGELOPHOBIA

O medo de sermos ridicularizados está presente todos os dias em cada um de nós, especialmente se temos aquela apresentação importante de manhã, para a qual poderíamos estar mais bem preparados, mas há quem leve este medo a outros extremos, considerando-a a pior coisa que poderá acontecer na sua vida, incluindo a morte.

Esta fobia é desenvolvida por uma infância em que o paciente poderá ter sido gozado por colegas de escola, irmãos ou outras pessoas que seriam importantes para ele, marcando-o assim para a vida, com uma auto-estima bastante baixa. A Catagelophobia é a causa dos pacientes evitarem conhecer pessoas, e até mesmo sair de casa.

DOMATOPHOBIA

A Domatophobia, o medo de casas ou o estar dentro de uma, é uma evolução da já conhecida claustrofobia (o medo de estar fechado em algum lugar). Para um domatofóbico uma casa é o símbolo de algo repressivo e inseguro. Para alguns, um acidente do seu passado (como incêndios dentro de casa) pode estar na origem desta fobia. Assaltos, roubos ou até mesmo filmes podem ajudar ao medo e a despoletar ansiedade e a imaginação do paciente.

IPOVLOPSYCHOPHOBIA

O medo de tirar fotografias. Pode vir de experiências passadas (todos nós temos fotografias que os nossos pais insistem em mostrar que nos envergonham) ou até mesmo da crença ainda existente em alguns povos que a nossa alma, espírito ou essência poderá ficar enclausurada dentro da fotografia.

PHOBOPHOBIA

O medo de fobias. É aplicado a quem tem medo ou receio de ter alguma fobia, provocando ansiedade ou medo. A Phobophobia é muitas vezes relacionada com casos graves de ansiedade e ataques de pânico.