Início Notícias Coreógrafo acusa Michael Jackson de abuso sexual

Coreógrafo acusa Michael Jackson de abuso sexual

186
0
´Coreógrafo acusa Michael Jackson de abuso sexual

Um coreógrafo australiano diz ter sido molestado e violado por Michael Jackson e exige compensações

 

Um coreógrafo australiano, exige quase um bilião do património de Michael Jackson depois de ter alegado que o cantor o molestou, violou e inclusive, o chamava de filho.

Wade Robson afirma ter conhecido a estrela quando tinha 5 anos e que os abusos de Michael, duraram dos 7 aos 14 anos. Afirma também, que os abusos decorreram na casa de Michael em Santa Bárbara e outros locais de 1990 a 1997.

Coreógrafo acusa Michael Jackson de abuso sexual

As alegações foram reveladas num documento de 111 páginas, e constam da acusação feita no tribunal superior de Los Angeles.

O processo foi descrito como sendo “patético e escandaloso” pelos advogados do cantor.

Robson de 31 anos, foi um dos maiores apoiantes de Jackson. Anteriormente testemunhou que nunca havia sido molestado por Jackson, o que o ajudou a vencer as acusações, em 2005.

Coreógrafo acusa Michael Jackson de abuso sexual

As alegações aparecem na mesma altura em que um segundo processo foi levantado por James Safechuck, outra alegada vítima de Michael. Na sua acusação, James de 36 anos, diz ter sido abusado aos 10 anos, quando viajou para Paris para a turnê “Bad”, em 1988.

Segundo documentos, James diz que o cantor o ensinou a usar códigos e sinais secretos, como por exemplo arranhar a palma da mão do jovem, como sinal de que queria ter relações.

Howard Weitzman, advogado do património de Jackson, defende que o caso deve ser anulado visto que a acusação é feita mais de 20 anos depois dos alegados eventos.

Afirma também que James, “Jurou em tribunal que Michael jamais o tocou de forma imprópria.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui