Início Moda De olhos postos em Amesterdão

De olhos postos em Amesterdão

137
0

O Amesterdão Fashion Week já começou e com este vem a curiosidade e atenção de todos os amantes da moda.

 

O Amesterdão Fashion Week 2013 começou no dia 12 de julho, tendo terminado ontem ao anoitecer com o desfile de Litching. Esta apesar de não ser conhecida como uma das capitais do mundo da moda, teve um bom feedback em relação ás coleções apresentadas.

Segundo Carlo Wijnands, programador do evento, a moda nesta cidade encontra-se cada vez mais em crescimento. Esta não apresenta muita história do passado relativamente a este tipo de arte, o que pode ser bom, uma vez que desta forma os designers podem ser mais livres na criação, não tendo que seguir determinados padrões.

O tema de passarela é a inovação, logo é algo que deu muita margem de manobra aos criadores, que no total são cerca de 30.

De entre todos eles destacou-se em especial Siijkers e Spijkers, Claes Iversen e Marga Weimans.

O designer Claes Iversen, patrocinado pela marca de carros Volvo, mostrou a sua coleção durante o segundo dia do evento. Esta apresentava uma grande heterogeneidade das peças avultada, considerando a quantidade de modelos que desfilaram, cerca de 20.

De olhos postos em Amesterdão

As texturas foram sem dúvida um dos pontos de destaque da coleção, assim como os cotes assimétricos. Uma outra coisa que não poderia escapar à vista foram a introdução das franjas, muitas delas com uma libertação de brilhos, que fazia lembrar o tempo dos loucos anos 20.

Winde Riesntra foi das últimas a apresentar a sua coleção, mas a espera valeu a pena. Com apenas 17 coordenados, mas todos eles com formas e volumes muito diferentes do usual. Avia-se uma clara influência de geometrismos, que servia de uma forma de exaltação das formas femininas, que eram destacadas a partir do seu aumento.

De olhos postos em Amesterdão

No entanto, nem só de peças complicadas era constituída esta coleção. Haviam peças bem simples, que podem ser usadas como casual wear. No entanto, as características acima referidas eram mantidas, como uma linha contínua e refletida, que ligava todos os coordenados num todo.

Dourado, pretos, branco, verde e azul foram as cores escolhidas para formarem a paleta.