Início Notícias Demi Lovato confessa dependência de cocaína

Demi Lovato confessa dependência de cocaína

115
0
Demi Lovato confessa dependência de cocaína

Demi Lovato revelou que sofreu de dependência de cocaína no passado, chegando a levar a droga em viagens de avião.

 

Numa das suas mais sinceras e profundas entrevistas, Demi Lovato revelou a gravidade dos problemas que teve no passado, assumindo dependência de álcool e cocaína.

Em conversa com o programa Access Hollywood, a cantora fez confissões inéditas e chocantes, como ‘não passava mais de 30 minutos a uma hora sem consumir’ e ter levado uma garrafa de Sprite cheia de vodca para um voo matinal, antes do qual vomitou durante todo o caminho até ao aeroporto.

Demi Lovato revelou que sofreu de dependência de cocaína no passado, chegando a levar a droga em viagens de avião.

‘Nunca falei da minha dependência de drogas, mas eu levava-as para onde as pudesse esconder. Não conseguia ficar mais que 30 minutos a uma hora sem cocaína, por isso chegava a levá-la em aviões’, confessa a júri do ‘X Factor’ americano, acrescentando ‘Eu escondi-a basicamente e esperava que toda a gente na primeira classe adormecesse para consumir. Eu ia para a casa de banho consumir’.

‘As coisas estavam de tal modo más que eu tinha uma pessoa a vigiar-me 24 horas por dia, e mesmo assim conseguia esconder’, confessa a cantora de ‘Heart Attack’, que admitiu ainda que mentia regularmente para que parecesse estar tudo bem.

Demi, que entrou em reabilitação em 2010 depois de ter chegado a vias de facto com uma bailarina, explica como eventualmente percebeu que algo não estava bem ‘Foi do género ‘uau, agora sou uma daquelas pessoas… tenho de me controlar’’, acrescentando que ‘Tinha toda a ajuda do mundo, mas não a queria. Até que cheguei àquele momento em que percebi que já não era divertido se estava sozinha’.

Demi Lovato revelou que sofreu de dependência de cocaína no passado, chegando a levar a droga em viagens de avião.

Demi falou também dos distúrbios alimentares com que tem batalhado toda a sua vida, e que chegaram a tal ponto que começou a vomitar sangue e soube que ‘se não parasse ia morrer’.

A mãe de Demi, que também participou no programa, confessou que suspeitava dos problemas da filha, mas que teve de tratar os seus próprios problemas, como uma depressão profunda, e que depois de resolverem os seus problemas se ‘tornaram mais próximas como mãe e filha e como família’.