Início Beleza Dicas para quem tem o cabelo oleoso

Dicas para quem tem o cabelo oleoso

138
0
Dicas para quem tem o cabelo oleoso
Cabelo oleoso, uma das 'dores de cabeça' para as mulheres.

O que é? Causas e tratamentos – Dicas para quem tem o cabelo oleoso

 

Se existem cartões de visita no que respeita ao universo feminino, o cabelo é um dos elementos que melhor caracteriza a singularidade das mulheres. Assim, os cuidados capilares estendem-se não só ao embelezamento, mas também ao tratamento de questões que comprometem o visual estético e o bem-estar de cada mulher.

Dicas para quem tem o cabelo oleoso
A oleosidade capilar pode ter origem em condições naturais ou adquiridas.

Um desses problemas capilares mais comuns é a oleosidade, que resulta da produção excessiva das glândulas sebáceas e cuja manifestação é caracterizada pelo aspeto pesado, aparência gordurosa (mesmo tendo sido lavado anteriormente), por fios finos e sem volume. Esta condição pode ser natural ou uma característica adquirida devido a multiplicidade de fatores diversificados; No primeiro caso, a oleosidade capilar relaciona-se com questões genéticas e, no segundo caso, pode ser causada pela exposição a condições climatéricas extremas – excesso de calor ou humidade, utilização de produtos capilares inadequados, higienização irregular do couro cabeludo, alterações hormonais e quadros de stress ou ansiedade.

Dicas para quem tem o cabelo oleoso
O cabelo oleoso pode promover o surgimento de caspa.

Neste sentido, o excesso de oleosidade capilar pode despoletar o surgimento de dermatite seborreica (que, caracterizando-se como um problema crónico, é vulgarmente designada como ‘caspa’) que, por sua vez, tende a causar comichão no couro cabeludo e a piorar de acordo com as condições climatéricas – particularmente no inverno, em que o ambiente seco promove a irritação e inflamação cutâneas – e com o aumento de quadros de ansiedade e stress. É igualmente importante ter em consideração que a insuficiência na irrigação da raiz causada pela oleosidade excessiva pode, em última instância, promover a queda de cabelo.

Para aliviar o desconforto e constrangimento causados por este problema, existem algumas dicas que devem ser observadas, como lavar o cabelo com água morna ou fria – e nunca com água quente, que agrava a hiperactividade das glândulas sebáceas! -, utilizar condicionador somente nas pontas, moderar o uso do secador (sempre em temperatura morna e tendo em conta uma distância segura em relação aos fios) e não escovar demasiadamente o cabelo. Por outro lado, a vigilância da alimentação é também um recurso importante no combate a este problema, devendo privilegiar-se a ingestão de um litro e meio de água diariamente e o consumo de leguminosas, fruta e fibras em detrimento de bebidas alcoólicas e de alimentos doces, processos ou com elevado teor de gordura.

Dicas para quem tem o cabelo oleoso
Opte por lavar o cabelo com água fria ou morna para controlar a oleosidade.

O excesso de oleosidade deve ser sempre submetido ao diagnóstico profissional por parte de um dermatologista, sendo que o tratamento pode consistir na prescrição de champôs e loções de PH neutro para a higienização dos fios e, nos casos mais graves, em medicamentos que devem ser tomados via oral.