Início Cultura e Lazer Do deserto para os palcos do mundo

Do deserto para os palcos do mundo

121
1
Bombino

Revelação da ‘world music’ retorna a solo nacional com a sua fusão de blues, rock e tradição tuaregue

 

A junção de um tuaregue e uma guitarra. Dita desta forma a frase pode parecer um pouco estranha mas torna-se realidade nas mãos de Omara ‘Bombino’ Moctarin.

Descrever Bombino não é tarefa fácil, talvez por essa razão o melhor mesmo é escutar o seu som e ver como tira acordes de uma guitarra.

Com apenas 33 anos é um virtuoso da guitarra e chegam a chamar-lhe ‘Hendrix do deserto’. Nascido em 1980 numa família de pastores nómadas tuaregues da região de Agadez, no Níger, Bombino sonhou e realizou: tornou-se um guitarrista de primeira e uma voz para o seu povo no Sahara e no Sahel.

Em criança, o povo Tuareg combateu o governo do Níger para garantir os seus direitos em várias ocasiões, levando Bombino e sua família a fugir várias vezes. Numa dessas fugas encontrou uma guitarra abandonada e começou a aprender a tocar. Chegando mais tarde a aprender sobre a alçada do  conceituado guitarrista Tuareg Haja Bebe, que lhe pediu que se juntasse à sua banda, onde adquiriu o apelido ‘Bombino’  uma variação sobre a palavra italiana para ‘criança’.Bombino

Durante a sua adolescência viveu na Argélia e Líbia e trabalhou regularmente como musico e pastor. Os seus amigos de infância mostravam-lhe vídeos de Jimi Hendrix e Mark Knopfler, e ele via-os vezes sem conta, depois como passava muitas horas sozinho cuidando dos animais, usava esse tempo para praticar na sua guitarra. Mais tarde volta ao Níger, onde tocava em bandas locais e se tornava já uma lenda. Graças a esse estatuto uma equipa de documentário espanhola ajuda-o a gravar o seu primeiro álbum “Guitarras de Agadez Vol.. 2”, que se tornou um sucesso nas rádios locais.

Em 2009 o seu caminho cruzou-se com o do cineasta Ron Wyman que acabou por fazer o documentário ‘Agadez’ onde dá destaque à música e rebelião, dando ênfase à história vivida por Bombino. Esta parceria deu também frutos discográficos, pois Wyman produziu em 2011 o seu álbum a solo, ‘Agadez’, editado pela Cumbancha. Atualmente este guitarrista e cantor tuaregue gravou um novo álbum, ‘Nomad’, que foi lançado a 2 de Abril de 2013 pela Nonesuch Records, e serve de justa causa para o retorno a Portugal de Bombino ao espaço B Leza no próximo Domingo pelas 19:00 horas com entradas de 10 euros.

 

1 COMENTÁRIO