Início Notícias Eletricidade britânica usada para cultivo de Cannabis

Eletricidade britânica usada para cultivo de Cannabis

121
0

Mais de um terço da eletricidade roubada no Reino Unido vai para o cultivo ilegal de Cannabis.

 

Ofgem, a empresa que regula a eletricidade no Reino Unido, diz ter valores de pelo menos 200 mil libras (um pouco mais de 200 mil euros) em eletricidade roubada e cobrada aos seus donos legítimos, embora Ofgem afirme que este valor é apenas uma estimativa e que o valor real pode estar acima deste, visto que não se conhece todos os furtos de eletricidade no país, furtos estes que acontecer através da adulteração dos contadores de eletricidade.

Em 2010, dos 25 mil casos detectados, um terço desse valor ia exclusivamente para o cultivo ilegal de cannabis. A planta, que abunda em países mais quentes e tropicais, necessita de um calor quase excessivo, pondo o consumo mensal acima dos 12 mil kW por mês, em média, 40 vezes mais do que uma casa normal.

Eletricidade britânica usada para cultivo de Cannabis

Os casos de roubo de eletricidade continuam a aumentar nas grandes áreas de Londres, nos condados de West Midland e Yorkshire. A empresa Ofgem quer colocar em curso regras e multas para evitar e reduzir o roubo de energia, assim como uma linha 24h para a denúncia de possíveis casos que possam estar a acontecer.

A empresa Energy UK, que representa mais de 80 empresas de eletricidade, concorda com as propostas feitas: ‘Ofgem está a dar passos para reduzir o crime e queremos trabalhar com eles, assim como com outras empresas na área. O roubo de eletricidade é perigoso e ilegal, visto que a temperatura dos cabos pode matar e causar incêndios instantaneamente. Além do mais, também custa dinheiro aos consumidores honestos e também é por isso que este é um assunto tão importante e que nós levamos tão a serio.’

As propostas da empresa Ofgem foram publicadas hoje, 4 de julho, e terão como data final para resposta 28 de agosto.