Início Notícias Facebook destrói casamentos?

Facebook destrói casamentos?

165
0
Facebook destrói casamentos?

Novo estudo demonstra que as pessoas que utilizam as redes sociais, apresentam maior probabilidade de divórcio

 

As pessoas que utilizam as redes sociais, apresentam maior de probabilidade de abandonarem os seus cônjuges, revela um novo estudo.

Pesquisadores da Universidade de Boston, encontraram uma correlação entre uso de redes sociais, problemas conjungais e divórcio. Em particular, concluíram que o Facebook é “um significante componente na taxa de divórcio e problemas matrimoniais”.

O estudo liderado por James E. Katz, professor de Emerging Media Studies na faculdade de Comunicação, comparou a taxa de divórcio em 43 estados, entre 2008 e 2010.

Facebook destrói casamentos?

Para estabelecer a  “penetração do Facebook” , Katz e dois co-autores recolheram  o número de contas do Facebook e dividiram pela população do Estado.

Os pesquisadores, descobriram que um aumento de 20% em utilizadores num Estado, estava correlacionado com um aumento de 2.18% na taxa de divórcio. Ou seja, os Estados em que havia maior número de utilizadores no Facebook, apresentava uma maior taxa de divórcio.

Mesmo quando os autores inseriam variáveis como emprego, estatuto, idade e raça, a correlação permanecia constante.

Facebook destrói casamentos?

“O estudo olhou para dados de modo a perceber o comportamento humano, e a forma como este é afetado pela tecnologia, especialmente tecnologias que tem por base telemóveis”, explicou James E.Katz.

Foi examinado também, dados recolhidos pela Universidade de Texas, em 2011, onde foi inquirido a 1160 pessoas casadas, entre os 18 e 39 anos, o quão felizes estavam nas suas relações.

As pessoas que não utilizavam redes sociais disseram estar mais satisfeitas com os seus casamentos, em comparação com as pessoas que utilizavam as redes frequentemente.

Os utilizadores frequentes,  demonstraram ter 32%  maior probabilidade de saírem de casa, o dobro dos não-utilizadores.

Embora alguns estudos demonstrem que o Facebook e outras redes sociais, possam facilitar a socialização, estes pesquisadores afirmam que homens e mulheres com problemas matrimoniais poderão utilizar estas plataformas como forma de encontrarem apoio emocional fora das relações.