Início Cultura e Lazer Jake Bugg é a voz nostálgica dos tempos modernos

Jake Bugg é a voz nostálgica dos tempos modernos

139
0
Jake Bugg é a voz nostálgica dos tempos modernos

Conheceu a guitarra aos 12 anos e a paixão pela música acompanha-o desde sempre. Jake Bugg é hoje reconhecido como um novo prodígio do panorama musical.

 

Nasceu em Nottingham, Inglaterra, em 1994, e agora é só fazer as contas: Jake Bugg tem 19 anos, um álbum e muitos, muitos fãs. Bem, na verdade o nome verdadeiro não é exatamente esse mas sim Jacob Edwin Kennedy. ‘Bugg’ foi tirado do nome do meio do seu pai e ‘Jake’ é apenas um diminutivo do seu primeiro nome. Mas, hoje, Jake é muito mais; Hoje, Jake é ‘Bugg’, Jake Bugg.

Jake Bugg é a voz nostálgica dos tempos modernos

Não só músico mas também compositor, Bugg canta, toca e escreve as suas próprias músicas. A sua melhor aliada é a guitarra, a qual toca como se já se conhecessem há várias décadas, quando, afinal, o seu amor ainda nem dois dígitos tem – sete anos; Foi este o tempo que passou desde que, aos 12 anos, o instrumento lhe foi introduzido pelo seu tio. Parece que Jake Bugg nasceu da música para a música, ou não fossem os seus pais antigos amantes e profissionais da área a que tanto se entrega.

A história é ainda pequena e tudo começou no Glastonbury Festival 2011, um festival de Artes Performativas Contemporâneas, após ter sido escolhido pela BBC para abrir o Festival. Depois desta estreia em palco, o caminho para o sucesso tornava-se cada vez mais claro: o contrato com a produtora Mercury Records foi assinado, as músicas de Jake Bugg não paravam de tocar nas várias rádios da BBC e inclusive uma delas, a Country Song, foi escolhida para constar num anúncio nacional para as cervejas da Greene King IPA. Também não é de esquecer que logo em 2012 Bugg abriu ainda o concerto de  Noel Gallagher’s High Flying Birds – a banda do ex-guitarrista dos Oasis – no Belsonic Music Festival, em Belfast.

Jake Bugg é a voz nostálgica dos tempos modernos

Por enquanto, Jake Bugg continua a dar-se a mostrar ao mundo com o seu álbum homónimo de estreia, ‘Jake Bugg’, e vários singles como ‘Trouble Town’, ‘Country Song, ”Taste It’ ou ‘Broken’. Esteve ainda este ano no palco principal da 19.ª edição do Super Bock Super Rock e no que toca ao reconhecimento as nomeações para prémios foram já quatro, incluindo um para Melhor Artista a Solo, nos MNE Awards, e outro para Melhor Artista Revelação, nos BRIT Awards.

De voz nostálgica e timbre desigual, Jake Bugg parece que veio para ficar e apaixonar o público mundial com as suas músicas que reúnem ritmos desde os Blues ao Rock, passando até pelo Country. E parece que este jovem artista consegue mesmo dar jus às suas influências musicais, quer sejam elas Oasis, Johny Cash e até The Beatles. Torna-se então legítimo dizer: “Este miúdo tem mesmo jeito!”.