Início Notícias James Franco diz que preferia ser gay

James Franco diz que preferia ser gay

131
0
James Franco diz que preferia ser gay

James Franco falou recentemente sobre as polémicas que o rodeiam, incluindo os rumores sobre a sua sexualidade

James Franco está em todo o lado, desde comédias a dramas, como ator, realizador, e até candidato auto-proclamado a um Óscar. Mais recentemente, Franco esteve no Festival Internacional de Cinema de Toronto a  promover o seu novo filme como realizador, ‘Child Of God’.

O filme, adaptado do romance de Cormac McCarthy, e que conta com Scott Haze como Lester Ballard, um assassino necrófilo à solta numa cidade do Sul, promete causar polémica, algo a que James Franco já está habituado e de que nunca se escondeu.James Franco diz que preferia ser gay

‘Na verdade, esta não é a minha primeira peça sobre necrofilia.’ Explica o ator, que é formado em Inglês pela conceituada UCLA, onde teve o primeiro contato com os livros de McCarthy, ‘Eu dirigi uma curta metragem chamada ‘Herbert White’ com o Michael Shannon quando andava na NYU’.

Mas para Franco ‘Child of God’ é mais que um filme sobre necrofilia, como explica ‘basicamente ele vai a um encontro com todos aqueles corpos, e as situações por que ele passa não são diferentes de uma comédia romântica, mas é ele que representa ambos os lados da relação, com a sua imaginação. Para mim é fascinante, e é uma maneira de explorar o que os filmes devem explorar – a condição humana’.James Franco diz que preferia ser gay

Sobre os temas sinistros dos seus filmes, Franco diz que gosta de ‘fazer filmes que representam circunstâncias extremas, mas na realidade este é um estudo de caráter, e de certo modo relaciona-se com o que tenho feito’, acrescentando que estes filmes são ‘uma forma de usar circunstâncias que não são parte da minha vida para falar de coisas que compreendo como a solidão e a dificuldade em interagir em sociedade’.

E, apesar de temas pesados dos seus filmes, e dos seus muitos compromissos, Franco afirma não precisar de férias no sentido tradicional. Afirma que para ele os festivais de cinema são como férias, pois está com ‘a sua gente’ e vai ‘a sítios fantásticos, mostrar filmes e ver filmes’, acrescentando que tem ‘toda a gente de gosto à minha volta, e não preciso de férias disso’.James Franco diz que preferia ser gay

Já sobre os rumores sobre a sua sexualidade, James Franco, que foi alvo de piadas gay nas suas recentes participações em comédia, tanto na televisão como em filmes, diz que ‘não são de todo um insulto. Eu nem me importo que as pessoas pensem que sou gay, por isso, fantástico. Na verdade, gostava de ser gay’, explicando que ‘Os filmes são um lugar onde as pessoas podem projetar coisas e identificar-se com os personagens, ou com os atores fora do filme. E isso também acontece comigo. A minha relação com a minha imagem pública tem-se tornado cada vez mais estranha nos últimos quatro ou cinco anos, porque olho para ela e sou eu, mas não sou, por isso se as pessoas querem usar isso para os seus propósitos ou necessidades, não sou eu que me vou opor.’