Início Acontecimentos Jogos diferentes, vencedores diferentes

Jogos diferentes, vencedores diferentes

111
0
Jogos diferentes, vencedores diferentes

Todos os dias somos bombardeados com vários jogos e lotarias, cada vez mais populares em tempo de crise, mas o destino do prémio e a atitude do vencedor pode variar muito.

 

Jogos diferentes, vencedores diferentes
Jupiterimages/Stockbyte/Thinkstock

Se nos vários concursos de televisão, que hoje em dia parecem fazer parte de quase todos os programas dos canais generalistas, os prémios são pequenos, e normalmente ganhos por pessoas idosas a apregoar que vão gastar o dinheiro a ‘pagar as contas’ ou a ‘ajudar os filhos’ (ou eventualmente os pais), quando o prémio é maior, como é o caso de concursos como o ‘Quem Quer Ser Milionário’ ou jogos com as lotarias e o tão afamado Euromilhões, que promete ‘criar excêntricos’ duas vezes por semana, o caso muda claramente de figura.

Um vencedor recente do Euromilhões, do Reino Unido, por exemplo, está a levar o slogan bastante à letra. Contrariamente a muitos outros casos, Myles, que parece ser um aficionado do jogo, tem aproveitado a sua nova riqueza para viajar, e concretizar alguns sonhos. O jovem decidiu dar a tão desejada ‘volta ao mundo’, estendendo a experiência aos amigos, e até já passou por Bali, Tailândia e Brasil, onde assistiu ao campeonato do mundo. Em seguida, sabe-se que ainda está no seu roteiro de viagem Las Vegas, a capital do jogo, com o poker no topo, onde Myles se deverá sentir em casa.

No entanto, não só de viagens, relógios de luxo e champanhe caro se faz a história deste rapaz, que antecipando o futuro investiu numa empresa do ramo imobiliário.

Jogos diferentes, vencedores diferentes
Photos.com/Thinkstock

Este não é um caso comum para os portugueses. Em Portugal, os vencedores de prémios deste estilo preferem normalmente o anonimato, sendo portanto difícil saber o que fazem exatamente com o prémio. Mas embora a escolha das viagens e dos luxos seja compreensível, ao mesmo tempo que questionável, a atitude empreendedora é de louvar, e seria um bom exemplo a seguir para os ‘novos milionários’ portugueses, podendo ter um efeito mais positivo na economia ainda do que os seus hábitos de jogo, criando nomeadamente empregos, e ajudando a concretizar os sonhos de quem não tem a mesma sorte ao jogo.

No entanto, não é só a forma como o dinheiro é usado que varia entre os apostadores, também os jogos preferidos dos portugueses variam. Enquanto os concursos de televisão chamam cada vez mais idosos e desempregados, já não são apenas predominantemente mulheres que telefonam para os ‘números mágicos’.

Já no que toca aos jogos de azar, tanto homens como mulheres gostam de fazer as suas apostas nos boletins dos jogos tradicionais, apesar de as mulheres mostrarem uma maior preferência pelas simples e tradicionais ‘raspadinhas ‘. Mas no que toca ao mundo das apostas desportivas, por exemplo, estas ainda são dominadas por homens, mais versados nas ‘manhas’ do desporto, como foram os casos de dois apostadores que ficaram ricos durante o Mundial de Futebol, ao preverem as goleadas sofridas por Espanha e Brasil.

Copyright da Imagem de destaque: Creatas/Thinkstock