Início Notícias Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

113
0
Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

Kate McCann poderá ter chegado poucos segundos depois de Madeleine ter sido raptada, revelam novos relatórios policiais.

 

Detetives ingleses acreditam que um suspeito, visto a carregar uma criança a apenas 450 metros do apartamento dos McCann e que este poderá ter atuado momentos antes de Kate ter ido verificar como estavam os filhos.

A Scotland Yard terá pedido ajuda para descrever o homem em questão, visto que se tornou claro que as autoridades portuguesas estariam a perseguir o suspeito errado há seis anos. Foram publicados dois retratos-robô, que já tinham sido feitos em 2008 mas que nunca foram revelados. A polícia reconstruiu o desaparecimento dramático de Madeleine no programa BBC Crimewatch e admitiu que nunca tiveram tantos telefonemas e testemunhos acerca de nenhum caso. Quase 500 pessoas terão contactado a polícia e os agentes estão agora a examinar as mais de 300 chamadas e 170 emails.

Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

‘Estamos extremamente satisfeitos com a resposta que o Crimewatch teve. Estamos a dar continuidade a todos os telefonemas e mensagens que recebemos. O nosso apelo continua e viajarei para países como a Holanda e a Alemanha para continuar a difundi-lo pela europa. Madeleine continua no centro de tudo o que fazemos e eu continuarei a dar notícias à família McCann assim que receber mais informação’ afirmou Andy Redwood, Inspector Chefe encarregado do caso.

Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

Jane Tanner, amiga da família McCann terá dito aos agentes que avistou um homem de cabelo escuro a carregar uma criança nos braços que usava um pijama às flores às 9.15pm no dia 3 de Maio de 2007. Sendo ela próxima dos McCann também esteve presente no jantar ao qual Kate e Gerry foram, quando a sua filha terá sido raptada. Depois de muitos anos as autoridades inglesas terão agora despistado qualquer dúvida acerca deste homem, que acabou por ser, apenas, outro turista que foi buscar a filha de uma creche noturna, dentro do mesmo complexo.

Esta revelação terá desviado a atenção dos agentes para um outro avistamento que foi reportado acerca de um homem de origem Irlandesa terá sido visto, pelas 10 da noite, a carregar uma menina loira, de pijama e que parecia estar numa posição desconfortável. Martin Smith, que também estava de férias no Algarve afirmou que também teria visto um homem a 400 metros do apartamento dos McCann perto da hora do rapto.

Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

Oficiais da polícia inglesa acreditam que Madeleine, na altura com três anos e que teria agora dez, poderá ter sido raptada por um grupo organizado de rapto de crianças que terão feito o reconhecimento da área porta-a-porta disfarçados de colaboradores para causas de caridade. Um dos homens, com uma idade compreendida entre os 40 e os 45 anos, terá batido à porta da casa do casal McCann enquanto os seus cúmplices fariam o mesmo com o resto das casas. Um dos homens terá sido visto duas vezes perto da casa dos McCann por uma rapariga de 12 anos. Esta descreveu o suspeito como tendo 30 a 35 anos, com cabelo curto e a usar um casaco de cabedal preto.

Andy Redwood terá também afirmado que ‘terá sido possível que Madeleine tenha apanhado os suspeitos a furtar os bens dos pais, e terá sido feita refém’. Na Praia da Luz não terão faltado assaltos naquela altura, tendo havido um apenas 17 dias antes do desaparecimento de Madeleine e no dia 16 de abril um casal britânico terá aberto a porta a um homem de cabelo claro, que procurava um casal alemão; horas mais tarde a sua casa terá sido furtada.

Madeleine pode ter sido raptada segundos antes de Kate entrar em casa

Embora a investigação portuguesa esteja oficialmente encerrada a Scotland Yard tem agora seis detetives em Faro.

Durante o programa, BBC Crimewatch, Gerry McCann terá dito ‘temos sempre insistido que se devia rever o assunto e acredito que a polícia terá feito um ótimo trabalho a juntar todas as peças e a fazer delas um argumento coeso’. Kate McCann concordou com o marido, dizendo também que ‘não interessa quantas dores de cabeça temos com este assunto, desde que as coisas fiquem resolvidas. Por favor quem tiver informações por favor partilhem-na connosco e ajudem-nos a resolver este caso!’