Início Moda Moda Lisboa – ‘Trust’ e criatividade animaram a capital portuguesa

Moda Lisboa – ‘Trust’ e criatividade animaram a capital portuguesa

128
0
Moda Lisboa - 'Trust' e criatividade animaram a capital portuguesa

Na Moda Lisboa do último Fim de Semana e sob o tema ‘Trust’ muitos foram os desfiles realizados

 

Entre os dias 8 e 10 de Março, foram muitos os desfiles da ModaLisboa que, sob o lema Trust, fizeram as delícias do público presente e destacaram os tecidos, texturas e peças que farão aquecer estas duas estações. O evento teve início com o desfile do lisboeta Valentim Quaresma que, recorrendo a uma inteligente combinação entre o moderno e o arcaico, apresentou na coleção Daydream onde predominam peças retro-futuristas em tons castanhos e metalizados.

Moda Lisboa - 'Trust' e criatividade animaram a capital portuguesa

Sendo por tradição o mais concorrido, o segundo dia da ModaLisboa foi marcado pelas coleções de Luís Buchinho e de Ricardo Preto. O primeiro estilista inspirou-se na Revolução de Abril e no espírito dos anos 70 para criar peças assimétricas, intercalando as calças longas com saias largas e casacos estruturados. As peças justas também tiveram lugar, partilhando-o com o reduzido número de cores e de padrões utilizados nesta coleção.  Quanto a Ricardo Preto, o estilista terminou o segundo dia do evento com chave de ouro, orquestrando um desfile em que apelou à perspicácia visual do público presente quando as luzes se apagaram e a sala se encheu de fumo. A inspiração do criador incidiu sobre o legado da escola Bauhaus e ganhou forma em tons de branco, cinzento, vermelho, preto e mostarda que desenharam peças drapeadas, fluídas e retas que cativaram os aplausos sentidos do público presente no Pateo da Galé.

Moda Lisboa - 'Trust' e criatividade animaram a capital portuguesa

No último dia de desfiles, os nomes fortes foram dos estilistas nacionais Dino Alves, Miguel Vieira e White Tent que, apesar do atraso no cumprimento da programação, conseguiram uma coleção divertida em que predominaram vermelhos, cinzentos e azuis em saias de pregas arredondadas e calças skinny com apontamentos mais largos na parte inferior. Filipe Faísca, que encerrou o evento, presenteou o público com um desfile criativo  (apelidado de “Burro”) e, sobretudo, com a promessa de que para o ano Lisboa receberá mais moda em ambiente de requinte com o melhor da produção nacional.

Moda Lisboa - 'Trust' e criatividade animaram a capital portuguesa