Início Fitness 4 Razões pelas quais não tem o corpo que gostaria

4 Razões pelas quais não tem o corpo que gostaria

122
0

As 4 Razões pelas quais não tem o corpo que gostaria

 

A sua alimentação está correcta. Você tem uma despensa cheia de suplementos alimentares e não perdeu uma sessão de treino nos últimos seis meses. Mas ainda não tem o corpo que deseja. Saiba quais as 4 Razões pelas quais não tem o corpo que gostaria.

Este é um dilema comum. Há uma tendência de culpar a genética ou olhar para as capas de revistas e assumir que essas pessoas estão a tomar algo proibido ou não facilmente (ou legalmente) disponível. Mas há, na verdade, quatro explicações razoáveis para explicar o porquê, de  você não estar progredindo da maneira que gostaria.

 

VOCÊ ESTÁ NUM MAU RELACIONAMENTO

Um mau relacionamentos pode levar ao stress, e há poucas coisas piores para o seu corpo que o stress.  Isso se aplica a muito mais do que relacionamentos românticos. Pais dominadores e austeros, um chefe abusivo, discussões com amigos e conhecidos, pode forçar o seu sistema e fazer com que a gordura se mantenha, especialmente na região abdominal.

Terminar um relacionamento  pode ser complicado – às vezes impossível. Você está muito preso aos pais e sogros. A não ser que mude de emprego, o chefe e os colegas de trabalho não lhe irão dar descanso. Por isso, faça um esforço para cortar como muitas pessoas tóxicas que estão na sua vida. Isso é  possível e você será mais feliz e saudável com isso.

 

VOCÊ É INTOLERANTE

Este aspecto é um grande desapontamento, isto porque você come  tudo aquilo o que é suposto comer – ovos, peixe, carne magra, sem glúten grãos integrais, nozes, frutas, legumes – e ainda assim, você não consegue eliminar os últimos cinco quilos de gordura.

Você poderá ter uma versão mais discreta de uma alergia alimentar: a intolerância alimentar. Tal intolerância provoca inflamação no corpo.  mas de baixo nível de inflamação .

 

VOCÊ ESTÁ POLUÍDO

Toxinas poluentes ambientais, fumo de cigarro, cosméticos, obturações dentárias de metal, medicamentos prescritos, e mercúrio em peixes – são armazenados em células de gordura, e tem o potencial de causar estragos no seu corpo.

Desde que o seu corpo é inteligente, ele recusa-se a usar células de gordura para o combustível. Ao fazer isso estaria a libertar essas toxinas em circulação geral. Essencialmente, você está segurando estas células de gordura para que as toxinas não lhe façam mal.

Então, como nos vamos  livrar desses convidados indesejados, e tornarmo-nos menos tóxico, e perdermos este último pedaço de gordura teimosa? Poderíamos tomar medidas que vão desde infravermelhos, saunas, banhos de desintoxicação, terapia de quelação, e dietas desintoxicantes do trato GI. Estes métodos podem ajudar a remover metais e toxinas de seu sistema.

Estas medidas podem ser bastante dramáticas, dependendo da fonte da toxicidade. Consulte um especialista antes de assumir qualquer tipo de intervenção, para determinar qual o tratamento mais apropriado.

 

VOCÊ NÃO ESTÁ A TRABALHAR O SUFICIENTE

Só porque  tem trabalhado de forma consistente, não significa que  esteja obtendo o máximo proveito de seu treino. Se ir  ao ginásio é metade da batalha, os outros 50 por cento são o esforço que nós trazemos para trabalharmos no duro.

A maioria das pessoas não percebe aquilo  que os seus corpos são capazes de suportar. Você  trabalha numa máquina de cardio, enquanto lê uma revista ou fala ao telémovel? E continua a fazer o mesmo treino, semana após semana, sem mudar de intensidade?

Se assim for, olhe à sua volta e veja aquelas pessoas do seu ginásio que estão a obter resultados. Provavelmente, elas estão se esforçando, trabalhando com bastante intensidade, e continuamente a realizar novos exercícios.

Há uma razão para essas pessoas terem um corpo melhor que o seu. Não é por acidente ou genética, elas esforçam-se – e você também o pode fazer.

Você já fez a parte mais difícil que foi dedicar o tempo e aparecer. Agora só falta o seu comprometimento a trabalhar mais duro.