Início Cultura e Lazer O que fazer em Lisboa no fim de semana 25 a 28...

O que fazer em Lisboa no fim de semana 25 a 28 abril

105
0
O que fazer em Lisboa no fim de semana 25 a 28 abril

Todo o Fim De Semana

MULHERES: Durante o mês de abril, de 12 a 28, ocorreu e terminará no próximo domingo, o 6º Ciclo das Mulheres Palhaço, numa forma de homenagear as mulheres que dedicam a sua vida às artes circenses. Ao longos de três fins de semana, sendo o último este que decorre, estão em cena os espetáculos das artistas. Durante o ano de 2013, a programação cultural do Chapitô inclui um conjunto de atividades – conferências, espetáculos – resultantes de um diálogo profícuo com os países do Norte da Europa. Para mais informações, consulte a programação aqui

JAZZ: O saxofonista Jorge Reis lidera uma formação composta por Luís Cunha (trombone), Jeffery Davis (vibrafone), Francisco Brito (contrabaixo) e Luís Candeias (bateria). No Hot Clube de Portugal. De quinta a sábado, pelas 22h30. Entradas custam 7€.

ÓPERA: Esta Quinta e Sexta Feira, os Músicos do Tejo vão reproduzir as óperas de Goerge Benjamin e Purcell, sobre a trágica história de “Dido e Eneias”. É uma atuação juntamente com o Coro e a Orquestra Gulbenkian.  Na Fundação e Museu Calouste Gulbenkian, no Grande Auditório. Os preços variam entre os 14€ e os 27€.  Quinta às 21h; sexta às 19h.

CONCERTO: Funk, Soul, Pop serão algumas das sonoridades privilegiadas pela vocalista Ana Isabel Baptista, que será acompanhada por Luis Runa, nas teclas, Pedro Brito, na guitarra, Frederico Gato, no baixo, e João Mouzinho, na bateria. No Casino Estoril. Quinta e domingo, às 21h15; sexta às 22h. É gratuito

Os The Flowmotions estarão de Quinta a Domingo, no Casino Lisboa, no Arena Louge, sempre pelas 22h. Joana Gouveia (voz), Diogo Santos (piano), Augusto Macedo (baixo) e André Mota (bateria) interpretam clássicos da soul e da pop, visitando temas de nomes como Tina Turner, Stevie Wonder ou Amy Winehouse. A entrada é gratuita.

EXPOSIÇÕES: Através do Traço“. Esta é uma exposição que estará  disponível até setembro. Trata da obra gráfica de Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro (1867-1920), caricaturista, ilustrador, cartoonista e desenhador, filho de Rafael Bordalo Pinheiro. Museu Rafael Bordalo Pinheiro, no Campo Grande.  A entrada é gratuita. Funciona de Terça a Sábado das 10h00 às 18h00.

‘Are You Still Awake?’ mostra um trabalho onde são fomentadas as ligações entre arte e política numa exposição que mostra peças de artistas pertencentes à coleção do MNAC, assim como algumas cedências de obras recentes. A exposição é comissariada por Emília Tavares. Museu do Chiado. Terça a Domingo das 10h00 às 18h00. Entrada custa 4€, embora existam descontos.

Num panorama mais familiar e com um lado pedagógico, ‘A Ciência que Muda o Mundo’, no Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, mostra de forma interativa diversas descobertas científicas revolucionárias que ocorreram no último século e como estas têm a capacidade para estar na rotina do nosso quotidiano: “dos cuidados básicos de higiene às aplicações tecnológicas da física quântica”. Terça a Sexta das 10h00 às 18h00 ; Sábado, Domingo e feriados das 11h00 às 19h00. Entradas custam 7€ (sujeito a descontos).

‘360º Ciência Descoberta’ remonta-nos para a temporada dourada lusitana. É sobre a ciência na Península Ibérica na época dos descobrimentos. Os desenvolvimentos científicos e técnicos e as repercussões a nível europeu. Encontra-se dividida em quatro distintas secções:  ”A imagem do mundo antes das viagens marítimas”, “O contacto com as novidades da geografia, da botânica, da zoologia, etc.”, “A criação de novas disciplinas de base matemática e os desenvolvimentos tecnológicos” e “O impacto da nova imagem do mundo no surgimento da ciência moderna”.  Na Fundação e Museu Calouste Gulbenkian. Terça a domingo das 10h00 às 18h00. Bilhetes a 4€.

‘BES Photo 2013’ é uma exposição anual que reúne o melhor da fotografia nacional (embora a partir de 2011 se tenha internacionalizado e tenha estendido os seus parâmetros aos PALOP). Mais uma vez no Museu Coleção Berardo, no Centro Cultural de Belém, acompanha o trabalhos dos fotógrafos são Albano da Silva Pereira (Portugal), Filipe Branquinho (Moçambique), Pedro Motta (Brasil) e Sofia Borges (Brasil). Todos os dias das 10h00 às 19h00. A entrada é gratuita.

‘Brincadeiras dos Nossos Avós’ é uma mostra que se centra nas memórias da infância e no universo lúdico na cidade de Almada – em tempos de cariz rural e fabril, “onde a rua era o grande palco da maioria das brincadeiras infantis”. Cova da Piedade, Museu da Cidade de Almada. Terça a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00 . As entradas custam 2€. 

‘Eduardo Gageiro – Rapaz de Sacavém, fotógrafo do Mundo’ relata a história biográfica sobre o fotógrafo Eduardo Gageiro que reúne uma centena de imagens, muitas que relatam parte da história do país e daquilo que o seu olhar captou. Fortes, penetrantes e um retrato temporal do momento.Sacavém, Museu da Cerâmica. Segunda a sábado das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Entradas a 1,5€.

Inaugurada no passado dia 5 de abril, a exposição ‘Em torno do Acervo’, noAtelier-Museu Júlio Pomar, como o próprio nome sugere, do seu acervo. São divisões em que o que está disposto e exposto revela e conta um pedaço da história de Júlio Pomar, e onde estão trabalhos e suportes ligados ao trabalho do artista: desde a pintura, à escultura, passando pela cerâmica ou pela gravura. Pintor e escultor, Pomar nasceu em Lisboa em 1926 e é considerado um dos principais criadores de arte moderna e contemporânea no país. Terça a domingo das 10h00 às 18h00, com a entrada a ser gratuita.

TEATRO: ‘A Maldição do Imperador: Uma Aventura de Rodolfo e Rosita’ relata um conto infantil onde os protagonistas, Rodolfo (que sonha ser um grande e famoso mágico) e Rosita (sonha com o baile de gala), têm entre mãos salvar o mundo do vilão Xu-Xufo Finh, que fora libertado por engano.No Teatro Turim. Sábado e Domingo, às 16h00. Bilhetes a 7€.

‘Julia’ é uma adaptação de Christiane Jatahy (Rio de Janeiro) da peça de August Strindberg (1849-1912) para se centrar, não apenas numa guerra dos sexos, mas num combate entre teatro e cinema, aflorando ainda uma espécie de tensão entre diferentes formas de representar. No Teatro Municipal Maria Matos. Sexta e Sábado às 21h30, na Sala Principal. Bilhetes a 14€ (com descontos).

‘Tudo a Nu’  trata a comédia escrita por Michael Frayn, ‘Noises Off’. É uma peça dentro da peça, já que a história narra os bastidores de uma produção de teatro e a relação entre toda a equipa, desde o encenador aos atores. Centro Cultural Malaposta. Estará em cena até dia 27 de Abril. Quarta a sábados às 21h30 e domingos às 16h00.  Bilhetes a 12,5€ sujeitos a descontos.

‘TOC TOC’ está de volta depois de uma paragem devido ao incidente com uma das protagonistas, Ana Brito e Cunha. A história aborda o consultório do Dr. Cooper, um especialista e um homem reconhecido a nível mundial no que concerne ao tratamento de  TOC’s (Transtornos Compulsivos Obsessivos). Histórias, riso, obsessões e comportamentos pouco ortodoxos fazem parte desta peça inspirada em Laurent Baffie que conta com um elenco cheio de caras conhecidas do teatro e do pequeno ecrã (Eduardo Madeira, Manuel Marques, Ana Brito e Cunha, Maria Henrique, António Machado, Marina Albuquerque e Matilde Breyner). Teatro Tivoli BBVA.  Quinta a sábado às 21h30; domingo às 17h00. Bilhetes entre os 15€ aos 20€.

‘Pequenas Comédias’ é uma peça do encenador António Pires que partiu dos textos originais do francês Georges Feydeau, um dramaturgo que alia a sátira e comédia ao lado quotidiano de todos nós.  No Teatro do Bairro. De quinta a sábado às 21h30; domingo às 17h00. Preço do bilhete está nos 12€ (com descontos).

‘Casa de Campo’ é um peça de teatro que aborda temáticas muito humanas como as relações amorosas e as frustrações de cada um. Poderá assistir a esta comédia romântica de quinta a sábado às 19h30, noTeatro Villaret. Bilhetes para a plateia a 10€.

De ‘Por tudo e por Nada’,  o encenador e tradutor, Jorge Silva Melo, escreveu sobre a autora: ‘[Nathalie] Sarraute é uma romancista única, impenetrável. O seu teatro, insinuante e irónico, prolonga o gesto romanesco e amplia-o. Uma das escritas mais pertinentes do século XX, vinda da Rússia que já sabemos ter sido de Tcheckhov. Mas a pequena música de Sarraute é uma música fúnebre: alguém está a morrer.’ Teatro da Politécnica. Em cena até o dia 27 de Abril. Terça e quarta às 19h00; quinta e sexta às 21h00; sábado às 16h00 e às 21h00. Bilhetes a 10€.

‘Um Doente Imaginário’ é uma encenação de Rogério de Carvalho com Jorge Pinto, Emília Silvestre e António Durães. Trata a história de um burguês que sofre de hipocondria e que através do seu confortável património pede a mão da filha de um médico só para dispor de consultas gratuitas. No Teatro Nacional D. Maria II. Sexta e sábado às 21h00 ; Domingo às 16h00  (na Sala Garrett).  Bilhetes entre os 8€ e os 17€.

’50 anos 50 músicas’: um espetáculo que vai ao encontro das canções que marcaram meio século (1923-1983) e a Constituição da Democracia. Paradise Garage. As sessões iniciam-se às 21h30, às sextas e sábados, e às 16h aos domingos, nos meses de Abril e Maio de 2013, na primeira temporada. Bilhetes a 17€ com descontos para grupos.

‘ÉTER’ constrói-se sobre o signo da espera: das palavras de dois atores e um dramaturgo nasce um texto que reflete sobre as paisagens e desencontros onde esperamos, porque esperamos, com quem esperamos. Esboça-se uma pátria do amanhã e das esperanças num diálogo íntimo com a lenda de D. Sebastião e a poesia de Fernando Pessoa. Teatro Turim. Quinta a Sábado, pelas 21h30; domingo às 17h. Bilhetes a 6€.

CINEMA: As estreias para esta semana nos cinemas portugueses são: ‘A Rapariga de Parte Nenhuma’, ‘Fintar o Amor’, ‘Gladiadores’, ‘Homem de Ferro 3’, ‘Não’, ‘Frágil Som do Meu Motor’, ‘Transe’ e um ‘Toque de Fé’.

 

Quinta Feira, dia 25

CONCERTO: ‘Amadou & Mariam’ são um casal do Mali que lançaram o seu primeiro disco, “Welcome to Mali”, em 2008, e que atingiu um sucesso comercial e bem recebido pela crítica. A sua sonoridade mistura uma linguagem pop, com soul, e o ritmo africano. Hoje, estarão no Coliseu dos Recreios, para apresentar o novo trabalho, “Folila”, que conta com colaborações de nomes como Jacj Shears (Scissor Sisters) e Nick Zinner (Yeah Yeah Yeahs). Bilhetes a 16€ e tem início marcado para as 22h00.

Celso Fonseca + Banda de Pífanos de Bendegó vêm apresentar mais uma dose de bossa nova. Além de cantor e compositor, é instrumentista com créditos junto de Gilberto Gil, Milton Nascimento, Djavan e Chico Buarque, entre outros. A noite conta ainda com a tradição recuperada pela Banda de Pífanos de Bendegó, que apresenta o espectáculo “Sertão de Canudos”.  No Espaço Brasil, Lx Factory. Início às 22h e a entrada fixa-se nos 10€.

Simply Rockers SoundSystem é um recordar dos anos 50. Forte sistema de som, cru e intemporal, a fazer lembrar os “sound systems” jamaicanos. No MusicBox. Entradas a 5€.

JAZZ: O saxofonista Jorge Reis lidera uma formação composta por Luís Cunha (trombone), Jeffery Davis (vibrafone), Francisco Brito (contrabaixo) e Luís Candeias (bateria). No Hot Clube de Portugal. 

O Martim apresenta o seu novo trabalho, “Em Banho Maria”. No Tokyo, às 22h00. Preço ainda não disponível.

Os The Ramblers, originários de Lisboa, vão abrir o I Festival Lisbon  Blues fest, no TMN Ao Vivo, pelas 22h00. A entrada é gratuita e serve para apresentarem o EP “Yer Vinyl”.

FADO: Durante todo o mês de abril, Fernando Tordo cantou às quintas feiras, na Fábrica do Braço de Prata, para quem quisesse ouvir o fadista com 50 anos de carreira. Neste dia, será o último concerto no local e terá Marta Pereira da Costa como convidada especial. Às 22h00. Custa 10€. Caso pretenda fazer reservas, entre em contacto para o 91 365 20 80.

NOITE: Ainda sob a alçada do IndieLisboa, esta edição do Indie by Night, tem a promoção da editora Enchufada, ligada aos Buraka Som Sistema, onde estes apresentarão um “showcase” ao ritmo do um set inspirado no filme de Harmony Korine, “Spring Breakers”, com James Franco, Selena Gomez, Vanessa Hudgens e Ashley Benson. No Ritz Clube. Às 23h00. Entradas a 6€

 

Sexta Feira, dia 26

JAZZ: Apelidado do novo Jimi Hendrix e dentro do contexto do I Lisbon Blues Fest, no TMN Ao Vivo, Carvin Jones apresenta o seu trabalho aos portugueses. Antes, a noite fica a cargo da banda galega Miki Nervio & The Bluesmakers, onde os blues se misturam com os sons da eletrónica. Bilhetes a 25€ e os espetáculos têm início às 22h00.

CONCERTO: Maíra Fresitas + Marcello Caminha. A mistura entre a música clássica e o samba brasileiro. Para muitos se calhar o nome não diz muito, mas se tivermos em conta que Maíra Freitas é a filha de Martinho da Vila, então o cenário muda. Esta será acompanhada pelo violão de  Marcello Caminha. No Espaço Brasil, no Lx Factory. A ter início às 22h00 e a entrada custa 10€

10 000 Russos chegam do Porto e prometem uma devoção ao lado mais elétrico do rock. No Lounge, às 23h00. Entrada gratuita.

Long Way To Alaska traz o folk acústico do seu primeiro LP, Eastriver. São jovens, são portugueses e vêm de Braga com uma enorme sonoridade. No MusicBox. Às 24h00 e as entradas fixam-se nos 6€.

Miguel Gameiro, ex-membro dos Pólo Norte, atua agora em nome próprio e a solo. Com dois álbuns lançados (“A Porta Ao Lado” e “11 Canções”) dá um concerto no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra. Bilhetes entre os 12€ e os 17€, sujeito a desconto. Início às 22h00.

MÚSICA CLÁSSICA: Os Moscow Piano Quartet (Alexei Eremine (piano), Alexei Tolpygo (violino), Alexandre Delgado (violeta), Guenrik Elessine (violoncelo), dentro do panorama do Ciclo da Música de Câmara, na Casa Fernando Pessoa, com Alexandre Delgado e Johannes Brahms.

NOITE: Indie by Night: Sofa Surfers + Markus Kienzl + Wolfgang Frisch ft. Timo Novotny é a aposta do Ritz Clube para o serão da noite. Como pano de fundo estará o filme do realizador Timo Novotny, ‘Train of Toughts’, onde o quarteto de viena, os Sofa Surfers, darem um filme-concerto. O resto da noite será em modo DJ Set com Markus Kienzl e Wolfgang Frisch, dois elementos da formação austríaca.

Mano Le Tough + Yeng Sung + Sonja & Zé Pedro Moura. Niall Mannion de nascença, Mano Le Tough para o mundo noturno, é um dos nomes que ainda se mantém fiel ao house e um dos que prometem fazer os mais cépticos e críticos mundanos pensamentos, se afastar, em torno do género que se diz acabado. No Lux Frágil. A noite terá início pelas 23h00. Não há informação quanto ao ao preço dos bilhetes.

 

Sábado, dia 27

MÚSICA CLÁSSICA: Os pianistas Daniel Burlet e Sérgio Monteiro são solistas num programa centrado em Rachmaninoff, que passa também por uma suite de Nepomuceno. Monserrate, no Palácio, em Sintra. Às 15h00 e está incluído no Panorama do Piano Jovem do Brasil. A entrada é gratuita.

CONCERTOS: Edgard Scandurra dá-se a conhecer pela primeira vez em Portugal. Conhecido por fazer parte do grupo rock Ira!, o brasileiro vem mostrar as suas potencialidades na guitarra. No Espaço Brasil, Lx Factory, pelas 22h30. Entradas a 10€.

Nu Sensae + 100 Leio. Diretamente do Canadá, chegam-nos os Nu Sensae, que exibem uma sonoridade entre o grunge e o punk (apresentam “Sundowing”), seguidos da dupla portuguesa, 100 Leio, formada por Lourenço e Maria, que mostram que não tocam para apenas dar paleio. Na Galeria Zé dos Bois. A entrada custa 8€.

Os Solistas da Metropolitana (Nuno Silva, clarinete; Adrian Florescu, violino; Anna Tomasik, piano) juntam-se para interpretar peças de Kókai e Bartók. Solar dos Zagallos, pelas 18h00, no âmbito dos Concertos da Primavera. Gratuito.

Francisco Naia apresenta o novo trabalho, “A Ronda Companiça”, inspirada na cultura alentejana e que visa a experiência e o viver,  naquela região través deste novo disco. No Cineteatro Municipal João Mota, em Sesimbra. Às 21h30, e as entradas custam 7,5€.

Os Stones Slaves já andam há uns poucos anos nestas andanças e com vários EP lançados, mas só agora se estreiam numa longa-duração, com “Tear Down These Walls”. Apresentam o trabalho no Café Teatro Santiago Alquimista, pelas 22h30. O espetáculo custa 5€.

FESTIVAL: Fernando Alvim é o mentor e um dos principais impulsionadores do projeto “Festival Alternativo da Canção”, que aqui vai para a sua quarta edição. Homens da Luta, 3 Marias ou Tiago Leiria, foram os vencedores do prestigiado prémio final e foram galardoados com o título de vencedores. Quem será o contemplado nesta edição? No Casino de Lisboa, pelas 21h30. Bilhetes entre os 10€ e os 12€

FADO: Vencedor do Prémio Zeca Afonso, em 2005, o cantautor açoriano, Zeca Medeiros, apresenta o novo trabalho em forma de poesia, “Fados, Fantasmas e Folias”.  No Cinema São Vicente. Às 21h30, nas Comemorações do 25 de abril, onde as entradas custam 5€

NOITE: A noite para os amantes da eletrónica e do tecno é no Ministerium Club, onde o serão será passado com o norte-americano Dubfire. Para terminar a remessa, Shaded, que vem incluído no pacote. O residente João Maria termina o segmento. Bilhetes a 18€, embora possam ser adquiridos por pré-venda a 15€.

A festa “Noche Tropicante” remete-nos para o a música latino-americana do cumbia, fuck e rock, numa noite onde os Nuevo Los Malditos e La Flama Blanca são os anfitriões. No MusicBox. Entradas a 5€.

A última festa do Indie By Night dá por encerrado em definitivo o IndieLisboa e preparou-se uma festa que procura buscar as vestes e o cenário dos anos 70 e toda a mística da década do Flower Power. No Ritz Clube, com as cabines entregues ao DJ John Holmes, que vai certamente transportar os presentes na sua máquina do tempo. Às 23h00 e as entradas custam 5€.

 

Domingo, dia 28

CONCERTO: Os “Secret Lie” lançaram o seu álbum de estreia, “Behind the Truth”, o ano passado. Apadrinhado e com Pedro Teixeira Silva, dos Corvos, como coordenador do projeto e com a voz de Sara Madeira, foram um rock alternativo com desmembrações do gótico, à imagem  dos holandeses Within Temptation. No Centro Cultural da Malaposta, em Olival de Basto.  Às 21h30. Bilhetes custam 6€.

Tércio Borges e os Democratas do Samba dão concerto no Espaço Brasil, Lx Factory, para terminar a Semana da Festa Brasileira. Ao final da tarde, às 18h. Bilhetes custam 10€.