Início Notícias O regresso de Bonnie Tyler aos palcos

O regresso de Bonnie Tyler aos palcos

120
0
O regresso de Bonnie Tyler aos palcos

A  cantora inglesa de 61 anos, regressa aos palcos na próxima edição do Festival Eurovisão da Canção. 

 

O Festival Eurovisão da Canção 2013 ocorrerá entre os dias 14 e 18 de Maio. Este terá lugar em Malmo, na Suécia, uma vez que na edição anterior, o artista Loreen, representante da Suécia, ganhou com a música “Euphoria”. Sabendo-se que o festival tem por tradição que a sua edição se realize no país de origem do último vencedor do mesmo.

A 58º edição do Festival terá Bonnie Tyler como representante do Reino Unido.

O regresso de Bonnie Tyler aos palcos

A cantora regressa com o seu último disco designado Rocks and Honey, sendo que é dentro da coletânea de músicas deste álbum que se encontra a canção Belive in me. Esta será a música que a cantora irá usar para representar o Reino Unido no concurso. O nome (traduzido em português: Acredita em mim), não poderia ter sido melhor escolhido para o seu retorno.

Belive in me foi escrita pelo compositor americano Desmond Child e os britânicos Lauren Christy e Christopher Braide.  Child trabalhou com ícones da música como os Bom Jovi e os Kiss, tendo sido também o responsável pela letra da música La Vida Loca de Ricky Martin.

O regresso de Bonnie Tyler aos palcos está agendado para o último dia do Festival da Canção, onde a esperam uma plateia com cerca de 120 milhões de pessoas.

A cantora pop ficou conhecida no passado, em 1983, com a canção Total Eclipse of the Heart. Esta música foi um hit na altura, chegando a países como o Japão. O álbum, com o mesmo noma da música, vendeu mais de um milhão por todo o mundo.

O Reino Unido participa no Festival Eurovisão da Canção desde 1959. Este país não ganha o primeiro prémio desde 1997, tendo sido neste ano a dupla Katrina e Waves, com a música Love Shine a Light, a vencedora do concurso.

O regresso de Bonnie Tyler aos palcos

Portugal concorre no Festival desde a data da sua criação (1964). Das 58 edições apenas não participou em três: 1970, 2000 e 2002. Este ano, por renunciação à participação, a lista irá aumentar. Segundo o anúncio da RTP, a razão encontra-se dentro de restrições económicas.