Início Acontecimentos O Urso mais triste do Mundo?

O Urso mais triste do Mundo?

155
0
Urso mais triste do Mundo?

Arturo, um urso polar que vive na Argentina foi apelidado de “Urso mais triste do Mundo”

 

Arturo fica num espaço fechado, no jardim zoológico Mendoza, na Argentina com temperaturas a chegar aos 40ºC e diz-se que está deprimido desde que a sua amiga Pelusa, faleceu à 2 anos.

A vida solitária do urso de 29 anos, leva a que demonstre um comportamento anormal, incluindo o inclinar de cabeça e mostrar os dentes, enquanto anda para trás e para a frente.

O urso está no zoológico há duas décadas, e não teve qualquer contacto com criaturas da sua espécie desde que a sua amiga morreu. Muitos são os ativistas que se preocupam.

A famosa cantora Cher, afirmou no Twitter: “Não existem lágrimas da senhora Cristina Fernandez de kirchner para o urso polar Arturo. As suas mãos estão manchadas de sangue”, referindo-se à presidente da Argentina.

O Urso mais triste do Mundo?

O Urso mais triste do Mundo?O Urso mais triste do Mundo?

Ativistas dos direitos dos animais querem que Arturo, seja transferido para outro zoo, no Canadá, que ofereçe condições mais frescas.

Há 5 meses o Zoológico Mendoza, bloquearam uma transferência para o Canadá, pois acreditavam que o urso não sobreviveria à viagem de dois dias, segundo o Daily Mirror.

Na altura o diretor explicou que o urso estava em boas condições, dizendo que a esperança média de vida deste animais em cativeiro pode chegar aos 30 anos.

“Devemos evitar um grande erro, como a sua morte durante a viagem. Os riscos devem ser avaliados cuidadosamente. Ele é velho, e seria necessário muitas horas de anestesia.”

 O Urso mais triste do Mundo?

O Urso mais triste do Mundo?

O Urso mais triste do Mundo?

A Greenpeace, juntou mais de 160 000 assinaturas numa tentativa de transferir Arturo para o Canadá, cujo tempo é mais semelhante ao do seu habitat natural.

A professora argentina Fernanda Arentsen, que dá aulas na Universidade Saint-Boniface em Winnipeg, Canadá, escreveu ao seu governo e à embaixada Canadiana em Buenos Aires, afirmando ao Winnipeg Free Press  que: “ Podem ver que ele está a dar em doido. Ele move-se da mesma forma que os ursos polares movem-se quando estão sofrer com o stress. Parte-me o coração. Eu sou de Mendoza, e sei como o verão é quente. Não existe forma de escapar ao calor.”

Fernanda disse ainda: “ Ele parece tão triste, parece estar em sofrimento. Podem imaginar um urso polar no deserto, com uma piscina de 50 cm de profundidade. É difícil olhar para este pobre animal a sofrer.”

Arturo, nasceu nos Estados Unidos em 1985 e pesa 400 Kg. Chegou a Mendoza, uma cidade conhecida pela sua produção vinícola, em 1993. No jardim zoológico, o urso come 15kg de carne por dia e todos os vegetais e frutos que consegue comer. Também adora mel e, se os seus tratadores demorarem, ele solta grunhidos para chamar a sua atenção.

 http://www.youtube.com/watch?v=evx2B4wQyX4