Início Notícias Pink sente-se elogiada quando lhe chamam lésbica

Pink sente-se elogiada quando lhe chamam lésbica

139
0

Os críticos de Pink sentir-se-ão desapontados por saber que não a insultam quando lhe chamam lésbica, pois a cantora sente-se elogiada por ter fantásticos amigos homossexuais

 

A cantora Pink, que tem uma filha de dois anos com o marido, o motociclista Carey Hart, insiste que não se sente incomodada com os insultos homofóbicos que lhe são dirigidos nas redes sociais, pois tem ótimos amigos que são gay.

Respondendo a tweets maldosos, ela disse ‘Curiosidade: Quando me escrevem a dizer ‘és uma lésbica’ não me incomoda de todo. É um elogio. É que muitas das minhas pessoas favoritas o são. Acho que vocês conseguem inventar algo melhor que isso. Vá lá- sejam criativos.’Pink sente-se elogiada quando lhe chamam lésbica

A cantora de ‘Just Give Me a Reason’ tinha já afirmado que a sua popularidade entre a comunidade gay era uma das grandes chaves do seu sucesso no mundo da música, afirmando que ‘Eles são uma das partes mais leais do que faço, e são também os meus amigos mais leais, para ser sincera. Os rapazes gay andam sempre à minha volta, mas as lésbicas são o meu apoio. Eles são a honestidade neste mar de mentiras. Eu devia ser homossexual pelo meu aspeto e pela minha maneira de ser. Mas acontece que não sou, e faz perfeito sentido’.

Miley Cyrus é outra das celebridades que não se ofendem com ataques à sua sexualidade, tendo revelado recentemente que nunca se sente ofendida por pessoas que lhe chamam lésbica. ‘Toda a gente disse que eu era lésbica, e eu pensei ‘Ser lésbica não é uma coisa má. Por isso se pensam que pareço lésbica, não fico ofendida. Podiam chamar-me bem pior. Já me chamaram bem pior. Ser chamada lésbica é bem mais elogioso que outras coisas que me chamam’.

Pink sente-se elogiada quando lhe chamam lésbica

Pink está a fazer sucesso pelo mundo inteiro com ‘Just Give Me a Reason’, em dueto com Nate Ruess, da banda fun., enquanto Miley continua a causar controvérsia com o seu ‘We Can’t Stop’, do seu novo álbum, que revelou recentemente terá o nome de ‘Bangerz’ e conta com a produção de Pharrell Williams.