Início Cultura e Lazer Psycho, de Hitchcock

Psycho, de Hitchcock

132
0
Psycho

Psycho, uma das obras mais emblemáticas de Alfred Hitchcock, está de volta, em versão digital restaurada. Estreia a 14 de fevereiro.

Quase em simultâneo à estreia do filme Hitchcock, Psycho, estreado pela primeira vez em 1960, volta às salas de cinema, desta vez em versão digital restaurada. O mestre do suspense conseguiu, com uma rodagem de poucas semanas, um orçamento reduzido e uma equipa de televisão, produzir um filme com boa receção crítica e um sucesso comercial, e que se tornou um ícone dos filmes de terror e suspense.

Marion e Sam são um jovem casal que não tem dinheiro para se casar. Um dia, Marion (Janet Leigh) tem uma tarefa no trabalho: entregar um envelope com uma quantia avultada de dinheiro para depositar no banco. Ao invés de o fazer, leva-o consigo numa longa viagem, acabando por parar a meio-caminho para recuperar forças no Motel Bates. É lá que conhece Norman Bates (Anthony Perkins), um jovem incapaz de se libertar da mãe, possessiva e com ataques agressivos.

A cena mais conhecida, quando Marion decide tomar um duche, passa-se nesse mesmo motel. Assassinando a personagem principal a meio do filme (o que só por si já é um enorme risco para o sucesso de um filme), Hitchcock dedica a outra metade de Psycho à investigação do assassino de Marion.

Psycho é um incontornável clássico do cinema, pelo que a oportunidade de o visualizar no grande ecrã e em alta resolução deve ser aproveitada. Quem já viu, pode sempre rever…

Título Original: Psycho
Ano: 1960
País: EUA
Duração: 109 min
Género: Terror, Thriller
Realizador: Alfred Hitchcock
Actores: Anthony Perkins, Janet Leigh

IMDb: 8,6
Complexo Magazine: 9

Trailer não oficial por Michaela Dehning:

http://www.youtube.com/watch?v=NG3-GlvKPcgI&feature=youtu.be