Início Cultura e Lazer Punk rock dos Tara Perdida vai ao Coliseu

Punk rock dos Tara Perdida vai ao Coliseu

123
0
Punk rock dos Tara Perdida vai ao Coliseu

O Punk Rock Português está vivo e recomenda-se com Dono do Mundo

 

Os Tara Perdida regressam ao Coliseu dos Recreios, no dia 29 de Junho pelas 21:30h, com entradas no valor único de 10 euros. ‘DONO DO MUNDO’ é o novo trabalho da banda que vai ser apresentado ao seu público, prometendo um concerto único e com convidados especiais, o que está já a gerar uma enorme expectativa junto dos fãs.

Tara Perdida é uma banda portuguesa de punk rock, formada a 10 de Junho de 1995. Isso mesmo, formaram-se no dia de Portugal, Camões e das Comunidades, ali para os lados do bairro de Alvalade, famoso por ter dado ao movimento de punk rock português bandas como os Peste & Sida e Censurados.

De um lado, o baixista Cró e o vocalista/guitarrista João Ribas, recuperavam da súbita separação dos míticos Censurados, mas ainda com vontade de ingressar num novo projeto musical. De outro, o guitarrista Ruka e o baterista Orélio, à procura dos músicos certos para concretizarem as ideias debatidas em conjunto. Uma enorme paixão pelo punk/hardcore e uma vontade incessante de tocar uniram os quatro músicos no lugar e na altura certas. Cró decide abandonar o projeto e é rapidamente substituído por Jaime. Pouco tempo depois aparece o primeiro álbum ‘Tara Perdida’ (1996), alvo de uma aceitação bastante calorosa por parte do público.Punk rock dos Tara Perdida vai ao Coliseu

Desde então foi sempre a somar e a carreira conta já com muitos temas emblemáticos, como ‘Pernas P’ró Ar’, ‘Desalinhado’, ‘Quanto Mais Eu Grito’, ’30 Dias’, ‘Patrícia’ ou ‘Nasci Hoje’, temas estes que certamente farão parte do alinhamento, especialmente pensado, para fazer vibrar os seus incondicionais fãs.

Em Março de 2001, Orélio deixa a banda, sendo substituído por Kistos, mas os Tara Perdida continuam o seu caminho. Entretanto, vários álbuns surgiram como ‘É Assim’ de 2002, ‘Lambe-Botas’ de 2005, seguido de um período dos mais prolíferos da sua carreira no que toca a atividade ao vivo. Passados três anos, os Tara Perdida voltam finalmente à carga com um novo registo de originais, ‘Nada a Esconder’, de 2008. É o quinto álbum assinado pelo quinteto lisboeta, assinala a sua união à multinacional Universal Music e, acima de tudo, reforça a ideia de que a banda continua a ser tão relevante como quando se formou.

Posteriormente, a banda parou para gravar este novo álbum ‘Dono do Mundo’, o que os faz regressar à capital, onde já não tocam desde Julho de 2011. A banda define este título como uma sensação de conquista, de acreditar e não desistir, indo atrás dos objetivos e conseguir. Ter aquela sensação de se conseguir ganhar aquilo a que se propõe e atingir os objetivos. Sendo que qualquer pessoa pode ter essa sensação, basta acreditar e lutar por isso. Desta forma, dedicam este trabalho não só a todos os fãs mas ao público em geral. Portanto, este concerto promete transmitir essa força tão característica dos Tara Perdida.