Início Notícias Rolling Stones exigem compensação por concertos cancelados

Rolling Stones exigem compensação por concertos cancelados

143
0
Rolling Stones exigem compensação por concertos cancelados

A banda foi forçada a cancelar a turné na Austrália e Nova Zelândia depois do suicídio de L’Wren Scott.

 

A morte de L’Wren Scott, namorada de longa data de Mick Jagger, ainda faz correr muita tinta. Meses depois do seu suicídio, em março, uma feroz batalha judicial põe a saúde mental da estilista e também a do roqueiro de 71 anos, em causa.

No centro do processo está uma cláusula do seguro que a banda fez sobre a sua turné, como precaução no caso de um acontecimento traumático, como a morte de um familiar, os impedir de dar os concertos marcados.

Rolling Stones exigem compensação por concertos cancelados

Tendo em conta que a morte de L’Wren é abrangida pela cláusula em questão, e que Mick Jagger foi diagnosticado na altura com stress pós-traumático e aconselhado a fazer uma pausa durante um mês, os Stone procuram assim compensação da companhia de seguros pelos concertos cancelados na Austrália e Nova Zelândia, no valor de £12 milhões.

No entanto, a seguradora recusa-se a pagar a quantia prevista na cláusula, aludindo ao estado de saúde mental de Scott para alegar que a criadora de moda ‘pretendia, e cometeu, o suicídio, e por isso a sua morte não é uma circunstância súbita ou imprevisível’, e portanto não deveria ser abrangida pela cláusula.

Relembre-se que os Rolling Stones atuaram em Lisboa, no Rock In Rio, no final de maio. Este foi um dos primeiros concertos da banda após o suicídio da namorada do seu mítico vocalista.