Início Notícias Scolari investigado por fuga ao fisco português

Scolari investigado por fuga ao fisco português

138
0
Scolari investigado por fuga ao fisco português

Luiz Felipe Scolari terá alegadamente lesado o estado português, enquanto foi selecionador nacional.

 

Curioso para alguém que protagonizou anúncios publicitários do banco do Estado, não? Em Portugal, Banco é Caixa, e agora Scolari é investigado por alegada fuga ao fisco, ao falhar na declaração dos seus rendimentos.

A notícia sobre os deslizes de Felipão rebentou ontem na imprensa brasileira, mas vinha já de um jornal de economia holandês, que cita documentos divulgados online, segundo os quais as autoridades portuguesas, na figura do DIAP – Departamento de Investigação e Ação Penal – estão a investigar o caso com ajuda das autoridades norte-americanas.

Scolari investigado por fuga ao fisco português

Segundo a imprensa internacional, nomeadamente a brasileira e portuguesa, o esquema de fuga ao fisco e lavagem de dinheiro, que se processou enquanto Scolari foi selecionador português, entre 2003 e 2008, lesou o Estado em mais de 7 milhões de euros, e a ser provado poderá levar a uma pena de prisão de 17 anos para atual seleccionar da ‘Canarinha’.

A investigação debruça-se sobre lucros de direitos de imagem alegadamente não declarados, nomeadamente do contrato de Felipão com a Nike, que terão sido ‘lavados’ em três empresas, uma com sede na Holanda, outra no Reino Unido, e finalmente, uma terceira localizada no paraíso fiscal das Ilhas Virgens.

Scolari investigado por fuga ao fisco português

O pedido de colaboração à Procuradoria americana prende-se com a utilização de contas bancárias provenientes de Miami, em nome do treinador e dos seus filhos.

Contatado pela imprensa brasileira, Luiz Felipe Scolari, através da sua representação, apenas reiterou que declarou sempre todos os seus rendimentos, em todos os países onde esteve e que se havia algum problema nas suas declarações, não seria da sua parte, acrescentando ainda que espera que os factos sejam apurados.

Esta notícia surge curiosamente no mesmo dia em que vários seleccionadores nacionais, incluindo Paulo Bento, revelaram as suas escolhas para representar os respectivos países no Mundial 2014, a decorrer este verão no Brasil.