Início Notícias Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual

Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual

135
0
Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual

Conhecida pelos seus papeis sensuais em filmes como Instinto Fatal, Sharon Stone ri-se do seu estatuto de símbolo sexual

 

A promover o seu novo filme ‘Lovelace’, onde interpreta a mãe de Linda Lovelace, encarnada por Amanda Seyfried, Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual que a levou à fama em filmes como ‘Instinto Fatal’, na década de 90.

A atriz, de 55 anos, por quem o tempo não parece passar apesar de rejeitar cirurgias plásticas, considera-se ‘uma mulher adulta com três filhos’ e revela que no início da carreira o seu agente temia que ela não conseguisse trabalho por não ser considerada sensual.

Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual

‘As pessoas não me achavam sensual ou bonita, e o Chuck, o meu agente de há 30 anos telefonava-me e dizia ‘Não vais entrar neste filme porque não te acham atraente’’, disse Sharon revelando que a sua amiga Marilyn Grabowski lhe sugeriu fazer uma sessão fotográfica para a Playboy, afirmando que ‘se tu lhes disseres que és sexy, eles vão achar que és sexy’.

Sharon foi para a frente com a ideia e conta que de repente as pessoas começaram a pensar ‘Oh, ela é sexy’, como a amiga tinha previsto. A atriz revela, rindo ‘Depois fui sempre escolhida para papéis sensuais, o que é ótimo. Quem não quer ser linda, atraente e sensual?’.

Stone confessou que até hoje não lhe davam outros papeis, e que acha hilariante que a considerem um símbolo sexual, afirmando que ‘deviam ver-me de manhã. Não sou assim tão atraente, para ser honesta’ e contando ainda que o seu pai costumava dizer-lhe ‘não tires essa camisa de dormir de flanela, que ninguém vai casar contigo.’

Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual

Sobre o seu papel em ‘Lovelace’, Sharon Stone revela que ‘é divertido fazer um papel em que as pessoas não me reconhecem. Foi engraçado estar na rua e o meu agente passar por mim de carro a pensar ‘onde está ela?’’, dizendo ainda que o seu papel é ‘intrigante’ e defendendo a mãe de Lovelace, afirmando que ‘ela parecia uma vilã, mas fazia o melhor que podia com o que sabia. Era esta mulher que punha a comida na mesa’.

Falando dos seus filhos, todos adotados, sendo que Sharon sofreu vários abortos espontâneos, a atriz diz que ‘não estando na escola, eles vão comigo para todo o lado’, e que o papel de mãe lhe assenta muito melhor que os papeis sensuais.

Sharon Stone ri-se do estatuto de símbolo sexual

Sobre a hemorragia cerebral que a podia ter morto em 2001, Sharon Stone afirma que ‘Tive sorte em não morrer, por isso sabe fantasticamente estar mais velha e viva, e fazer o papel de pessoas mais velhas e vivas.’

Sharon Stone continuará a negar-se visitas a cirurgiões plásticos, até porque sente que ‘vai fazer ainda muitos papeis de mães e eventualmente avós’.