Início Notícias Acontecimentos Birdman é grande e surpreendente vencedor dos Óscares

Birdman é grande e surpreendente vencedor dos Óscares

217
0
Birdman é grande e surpreendente vencedor dos Óscares

Comédia de Michael Keaton bate filmes como Boyhood e Sniper Americano nas categorias principais.

 

A noite dos Óscares é sempre uma das mais esperadas do ano, e a cerimónia deste ano não desiludiu. Conduzida por Neil Patrick Harris – que tinha prometido destronar Ellen Degeneres, a sua predecessora – a noite foi cheia de surpresas e com um tom marcadamente politico.

Harris deu o mote, chamando aos Óscares ‘os mais brancos’, e mais tarde anunciando que ‘tudo soa melhor com um sotaque britânico’, referindo-se a atores como Eddie Redmayne, Benedict Cumberbatch, Felicity Jones e Keira Knightley, que conduziram uma ‘invasão britânica’.

Birdman é grande e surpreendente vencedor dos Óscares

Mais tarde ainda, Harris conseguiu ainda insultar Oprah Winfrey, ao dizer que ‘Sniper Americano’, o título nomeado para melhor filme com maior sucesso comercial era ‘a Oprah’ enquanto os restantes 7 filmes eram o resto da sala ‘porque ela é muito rica’.

No entanto, os maiores discursos políticos foram feitos pelos vencedores – desde Patricia Arquette, que pediu igualdade para as mulheres, Iñárritu, que falou na imigração, Graham Moore, autor do argumento de ‘Jogo de Imitação’, que pediu aos jovens que lutem por ser como são, e John Legend, que falou no direito ao voto.

O mesmo John Legend roubou as atenções ao emocionar o público com a sua interpretação de ‘Glory’, canção vencedora do Óscar da sua categoria, tal como Lady Gaga, que impressionou com um medley que celebra os 50 anos de ‘Música no Coração’, apesar de ser considerada das mais mal vestidas.

Quanto aos prémios, as maiores surpresas terão sido as vitórias de ‘Birdman’, eleito ‘Melhor Filme’ e ‘Melhor Argumento Original’, enquanto o seu realizador, Alejandro G. Iñárritu, levou também para casa a estatueta que lhe corresponde.

Birdman é grande e surpreendente vencedor dos Óscares

Nos atores não houve surpresas, sendo Eddie Redmayne mais uma vez reconhecido pela sua interpretação em ‘A Teoria de Tudo’, e tendo dedicado a estatueta à família de Stephen Hawking, que lhe respondeu esta manhã via Facebook, dizendo ‘Bom trabalho Eddie, estou muito orgulhoso de ti’.

Birdman é grande e surpreendente vencedor dos ÓscaresTambém sem surpresas, Julianne Moore foi reconhecida como ‘Melhor Atriz’, pelo seu emocionante papel principal em ‘Para Sempre Alice’, enquanto JK Simmons foi mais uma vez elogiado pelo seu marcante papel secundário em ‘Whiplash’, e Patricia Arquette colecionou mais uma estatueta por ‘Boyhood’, a grande desilusão da noite.

Conheça agora a lista completa de vencedores.

  • Melhor Filme: ‘Birdman’
  • Melhor Realizador: Alejandro G. Iñárritu, por ‘Birdman’
  • Melhor Ator: Eddie Redmayne, em ‘A Teoria de Tudo’
  • Melhor Atriz; Julianne Moore, em ‘Para Sempre Alice’
  • Melhor Ator Secundário: J.K. Simmons, em ‘Whiplash’
  • Melhor Atriz Secundária: Patricia Arquette, em ‘Boyhood’
  • Melhor Argumento Original: ‘Birdman’
  • Melhor Argumento Adaptado: ‘O Jogo de Imitação’
  • Melhor Filme de Animação: ‘Big Hero 6’
  • Melhor Filme Estrangeiro: Ida (Polónia)
  • Birdman é grande e surpreendente vencedor dos ÓscaresMelhor Documentário: ‘CitizenFour’, de Laura Poitras, Mathilde Bonnefoy e Dirk Wilutzky
  • Melhor Design de Produção: ‘O Grande Hotel de Budapeste’
  • Melhor Fotografia: ‘Birdman’
  • Melhor Guarda-Roupa: ‘O Grande Hotel de Budapeste’
  • Melhor Montagem: ‘Whiplash’
  • Melhor Maquilhagem e Cabelo: ‘O Grande Hotel de Budapeste’
  • Melhor Banda Sonora Original: Alexandre Desplat por ‘O Grande Hotel de Budapeste’
  • Melhor Canção Original: ‘Glory’ de Selma, por John Stephens e Lonnie Lynn
  • Melhor Edição de Som: ‘Sniper Americano’’
  • Melhor Mistura de Som: ‘Whiplash’
  • Melhores Efeitos Visuais: ‘Interstellar’
  • Melhor Curta-metragem de Animação: ‘Feast’, de Patrick Osborne e Kristina Reed
  • Melhor Curta-metragem Live-Action: ‘The Phone Call’, de Mat Kirkby e James Lucas
  • Melhor Curta-metragem Documental: ‘Crisis Hotline: Veterans Press 1’, de Ellen Goosenberg Kent e Dana Perry

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui