Início Cultura e Lazer Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

221
1
Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

Sair à noite em Lisboa é cada vez mais monótono e uma tarefa simples como levantar o copo torna-se complexa.

 

Foi com a necessidade de nos afastarmos da norma que tropeçámos no Sodré. Um novo bar, um pouco afastado da grande artéria da noite do Cais do Sodré com um conceito um pouco diferente do normal. Num espaço minimalista, que muitos podem apelidar de “frio” ou “com pouca decoração”, as bebidas e o convívio são os reis da festa. Com boa música, boas pessoas, bom serviço e cocktails de beber e chorar por mais, podemos afirmar que se passarem pelo Sodré apenas para tomar um copo, vão acabar por ficar o resto da noite.

O dono, Filipe Sequeira, serve-nos reinvenções e reinterpretações ao balcão, de cocktails e bebidas clássicas (por exemplo o Dry Ice Tea servido com gelo seco e um bule a deitar fumo fantasmagórico, juntamente com espuma de coca-cola), todas por preços bastante simpáticos, na média dos €7, ótimas para impressionar os amigos com um pouco de mixologia avançada, no entanto e para os que não gostam de fugir muito à tradição, o Flôr de Gin, feito com cabeças de rosa desidratadas é recomendado. A Complexo Magazine passou por lá, fez o gosto ao cocktail e conversou um pouco com o dono, para dar mais informação ao público de algo que nos caiu no gosto, muito rapidamente.

Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

CM: Qual o teu background?

FS: Trabalho, pura e simplesmente. Tenho 10 anos de experiência em bar e cocktails e sempre foi disto que gostei, e quem corre por gosto não cansa. Tenho agora 35 anos e entretanto já tive dois bares no bairro alto, ambos na rua da Barroca.


CM:
É preciso ter algum tipo de formação para fazer o que fazes?

FS: Convém. Como já tinha formação em bar e cocktails aproveitei alguns contactos em Manchester e fui para lá fazer uma formação de mixologia avançada. É possível fazer a mixologia sem formação, mas é muito difícil de o fazer sem teres a noção de como as bebidas se comportam umas com as outras e de como os diferentes tipos de álcool se comportam em vários níveis da bebida.

Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

CM: Fala-nos um pouco sobre o teu projecto.

FS: Aqui brincamos com a mixologia avançada e não a molecular; fazemos os cocktails basicamente com os mesmos ingredientes, o mesmo teor de álcool, mas feitos e construídos de maneira diferente. Tem muito a ver com os utensílios que usas e não tanto com modificar o cocktail em si. Mixologia molecular não é rentável em bar por ser muito time consuming. A noite está cada vez mais deteriorada, já não há grande profissionalização nesta área, agora é mais encher copos. Todos sabem tirar uma imperial, todos sabem misturar uns licores, pôr gelo e abanar, mas poucos têm formação na área e isso nota-se. Nós somos apologistas de preços baratos e de um bom serviço. Um dos cocktails mais complicados de fazer custa €7. Aqui no Sodré nós tentamos trazer a mixologia e boas bebidas ao público, e não apenas aos ricos.


CM:
Como tem sido a aceitação do público?

FS: Não tenho visto grande aceitação. O público português vai muito na moda, não é muito de se informar sobre o que bebem. Agora bebe-se muito o gin porque há uma grande promoção, e as bebidas são servidas em copos diferentes e as pessoas interessam-se porque é o que é novo e é o que se vê as pessoas na rua a beber, no entanto podem nem sequer gostar de gin; podem nem sequer entender o processo de fabrico de gin. Vejo a maioria dos portugueses a virem aqui, darem uma vista de olhos pelos cocktails e em vez de perguntarem no que consiste um cocktail ou outro, desistem e ficam-se pela cerveja. A mim parece-me que o público português é um pouco contra a mudança, se esta não vier acompanhada das bebidas e cocktails da moda.

Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

CM: Sei que planeias dar aulas e workshops, mais alguma informação que possas dar sobre isso?

FS: Pretendo dar formação às pessoas, mas não uma formação profissional. Tipo masterclass, dar alguma informação para se conseguir distinguir o que é um bar de cocktails e o que não é. O público está cada vez menos informado e aceita cada vez mais bebidas com menos qualidade. Mas a culpa não é toda de quem está atrás do balcão, se há procura, há de haver oferta. Não há muitos bares de cocktails em Lisboa, não é só fazer umas caipirinhas ou uns mojitos. Ser um cocktail bar é mais do que isso, é um conjunto de factores, nós aqui temos cocktails desde os clássicos aos cocktails de assinatura.


CM:
Qual a bebida que correu o pior possível?

FS: Nunca nada correu assim muito mal, não somos propriamente cientistas malucos. Há muito trabalho de casa por detrás das nossas bebidas e estudamos bastante as “matérias”. Claro que há sabores que não se misturam e os que se misturam por vezes nem sempre acabam em boas bebidas. No que toca a cocktails não há muito mais a inventar; já se misturou quase tudo, agora há que reinventar as bebidas existentes, daí a criação do Sodré.

Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

CM: É muito complicado arranjar os ingredientes e utensílios em Portugal?

FS: Sim, temos aqui maioritariamente coisas dos Estados Unidos ou Inglaterra. Tirando o álcool que uso nos cocktails é quase tudo importado, desde as rosas que se usa no Flôr de Gin até aos utensílios para preparar os cocktails. Os copos ainda se vão encontrando em Portugal em lojas de especialidade, mas mesmo assim é complicado encontrar coisas originais e com qualidade.


CM:
O que fazem em termos de promoção?

FS: A casa vai-se fazendo, já distribuímos um flyers, pusemos agora a bandeira lá fora para chamar à atenção porque estamos um pouco longe dos outros bares. Também dependemos bastante do boca-a-boca de quem conhece e de quem gosta, só costuma cá vir quem conhece, pois este tipo de bebidas faz parte de um nicho de mercado bastante maior que qualquer outro bar na rua. Nós esperamos que as pessoas gostem do nosso serviço e aos poucos e poucos vamos ganhando um “grupo de fãs” que cá vem porque gosta dos cocktails e do serviço e não porque é moda serem fotografados e vistos aqui.

Conheça o Sodré, novo bar de mixologia avançada

Sodré
Rua do Corpo Santo n12
De 4º a Sáb – das 11pm às 4am
21 197 9262

1 COMENTÁRIO

  1. […] As 5 regras para perder peso e ganhar massaConheça o Sodré, o novo bar de mixologia avançadaAs 11 atitudes mais insuportáveis no FacebookUma marca russa que esta a dar que falarRiscas na […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui