Início Notícias Documentos médicos de Schumacher roubados

Documentos médicos de Schumacher roubados

199
0

Após o ex-piloto ter despertado do coma, é divulgada a notícia de que a sua ficha clínica desapareceu.

 

A ficha clínica do ex-piloto Michael Schumacher desapareceu do hospital de Grenoble, em França, havendo suspeita de roubo. A porta-voz da família de Schumacher, Sabine Kehm, confirmou a notícia informando nesta segunda-feira (23), que os documentos médicos do ex-piloto foram roubados e estão a ser vendidos a meios de comunicação social.

Documentos médicos de Schumacher roubados

“Nos últimos dias foram roubados documentos e dados médicos sendo que os mesmos, foram oferecidos a representantes dos media em troca de dinheiro”, disse Kehm.  “Não podemos afirmar se esses documentos são os autênticos. De qualquer forma, que fique claro que eles foram roubados”, sublinhou a porta-voz.

O jornal alemão  Bild-Zeitung diz que o “vendedor” dos documentos pede 60.000 francos suíços (48.000 euros).

Documentos médicos de Schumacher roubados

Segundo fonte policial citada pela AFP, foi apresentada uma queixa na semana passada, após a transferência do antigo campeão para um hospital de Lausana, na Suíça. A representante da família sublinha porém, que a compra de tais dados bem como a publicação dos mesmos é expressamente proibido pois tratam-se de documentos altamente confidenciais e não podem ser tornados acessíveis ao público. No comunicado é ainda dito que, caso qualquer órgão de comunicação publique dados clínicos de Michael, a família utilizará as vias legais para se defenderem.

“As autoridades foram informadas”, finaliza o comunicado.

A surpreendente notícia chega dias após a confirmação de que o ex-piloto de fórmula1, de 45 anos, havia despertado do coma e abandonado o hospital onde esteve internado  durante 6 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui