Início Notícias Ex-mulher de Carrilho diz que foi espancada um dia inteiro

Ex-mulher de Carrilho diz que foi espancada um dia inteiro

413
0
Ex-mulher de Carrilho diz que foi espancada um dia inteiro

Joana Morais Varela, ex-mulher de Manuel Maria Carrilho, diz em entrevista que chegou a ser espancada um dia inteiro pelo ex-marido.

A trama adensa-se na polémica separação de Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho. Esta quarta-feira, o jornal Diário de Notícias publica entrevista com Joana Morais Varela, ex-diretora da revista ‘Colóquio Letras’ e ex-mulher do antigo Ministro da Cultura, em que ela reforça o seu apoio a Bárbara Guimarães, já demonstrado no Facebook, fazendo um retrato da sua relação violenta com Carrilho.

Ex-mulher de Carrilho diz que foi espancada um dia inteiro

Joana Varela, agora com 62 anos, diz ter sido agredida pela primeira vez quando tinha 25, num episódio que durou ‘o dia inteiro’, motivado pela admissão de que teria traído o marido, após ter descoberto que ele já o fazia. O antigo Ministro da Cultura, agora acusado de violência doméstica pela apresentadora Bárbara Guimarães, terá reagido mal e agredido a então esposa, Varela, com ‘imensos pontapés’ e ‘uma faca encostada ao pescoço’, com o filho de ambos, escondido na cozinha, a assistir.

Joana Varela revela ainda que finalmente deixou Carrilho, que descreve como ‘uma pessoa violenta’, quando conheceu a pessoa que viria a ser o novo marido, depois de ambos se terem traído mutuamente com frequência, e que o professor, que segundo ela ‘tem a mania das facas’ e ‘sofre de uma perturbação muito grave’, lhe pediu para ficar, dizendo que a ‘amava profundamente’.

Ex-mulher de Carrilho diz que foi espancada um dia inteiro

A resposta de Manuel Maria Carrilho às acusações de Varela, que já se disponibilizou para testemunhar a favor de Bárbara Guimarães em tribunal, é de que a ex-mulher é ‘louca varrida’ e que já esteve várias vezes internada em hospitais.

Ex-mulher de Carrilho diz que foi espancada um dia inteiro

Entretanto, Carrilho revelou também ao DN que Bárbara Guimarães já lhe tinha falado em divórcio, e que na altura lhe tinha respondido ‘se avançarmos, teremos de fazer contas, ver a questão dos filhos…’ pois pensava ser ‘apenas uma daquelas conversas entre casais’ e disse em entrevista à revista ‘Caras’ que “a Bárbara não tem nenhuma testemunha de violência nem nunca terá”. Já Bárbara Guimarães, uma das apresentadoras de televisão mais queridas do público português, quebrou o seu silencio em declarações também à revista ‘Caras’ dizendo que se mantinha em silêncio ‘única e exclusivamente’ para proteger os filhos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui