Início Interiores Arquitetura Hotel cápsula abre em Moscovo

Hotel cápsula abre em Moscovo

290
0
Hotel cápsula abre em Moscovo

O primeiro hotel cápsula abre em Moscovo com 50 pequenos quartos

 

Não é exatamente um quarto com vista – mas este hotel na Rússia poderá ser a solução para muitos viajantes ‘para uma boa noite de sono’.

Localizado no centro de Moscovo, o Hotel Sleepbox é o primeiro hotel cápsula a abrir na cidade.

Possui 50 pequenos quartos sem janelas, alguns dos quais podem acomodar até três pessoas, e que podem ser reservados para uma noite, ou por algumas horas.

Uma noite de alojamento custa à volta £ 32 (EUR € 37).

Cada cápsula modular está equipado com uma cama, prateleira, candeeiro, pequeno roupeiro e uma mesa, enquanto as casas de banho compartilhadas estão equipadas com chuveiro.

Este modelo é já um sucesso no Japão, o hotel cápsula possui um número de quartos Idênticos, medindo cerca de 10 metros quadrados e são destinados a proporcionar um alojamento barato e básico durante a noite para os hóspedes que não requerem os serviços oferecidos pelos hotéis mais convencionais.

O conceito destas cápsulas de poupança de espaço, são no Japão muitas vezes localizadas perto de estações ferroviárias e atendem a pessoas de negócios ou viajantes que perderam o último comboio para casa.

Hotel cápsula abre em Moscovo

A ausência total de janelas assegura que estes hotéis podem ser construídos em locais improváveis como estações de metro.

O hotel-cápsula no centro de Tóquio possui mais de 600 quartos.

Muitos são usados principalmente por homens e alguns têm quartos de dormir separados para homens e mulheres.

No Reino Unido, o fundador da YO Sushi, Simon Woodroffe trouxe a ideia para a YO, de fazer uma cadeia de hotéis depois de ver o conceito de cápsula no Japão.

O Yotel abriu primeiro em Gatwick no Terminal Sul, em 2007, oferecendo aos viajantes um serviço pay-as-you-go base.

Hotel cápsula abre em Moscovo

O sr. Woodroffe vangloriou a alta qualidade dos quartos descrevendo-os como ‘navio de luxo’.

Ele acrescentou que incluiem TVs de écran plano, camas rotativas e acesso à Internet de banda larga.

O diretor do Yotel Gerard Greene disse: ‘Os quartos são muito confortáveis, altamente equipadas, com materiais como o couro igual ao de um Aston Martin. Assemelha-se a um hotel de quatro ou cinco estrelas.’

A Yotels já abriu hotéis no Terminal 4 de Heathrow, no Amesterdão Schiphol e perto da Times Square em Nova Iorque.

O staff é reduzido ao mínimo: os hóspedes fazem o próprio check-in, enquanto os quartos roxos asseguram as necessidades essenciais.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui