Início Cultura e Lazer O que fazer em Lisboa no fim de semana de 11 a...

O que fazer em Lisboa no fim de semana de 11 a 14 de abril

173
1
O que fazer em Lisboa no fim de semana de 11 a 14 de abril

Todo o Fim de Semana

TEATRO: ‘Tudo a Nu’  trata a comédia escrita por Michael Frayn, ‘Noises Off’. É uma peça dentro da peça, já que a história narra os bastidores de uma produção de teatro e a relação entre toda a equipa, desde o encenador aos atores. Centro Cultural Malaposta. Estará em cena até dia 27 de Abril. Quarta a sábados às 21h30 e domingos às 16h00.  Bilhetes a 12,5€ sujeitos a descontos.

‘TOC TOC’ está de volta depois de uma paragem devido ao incidente com uma das protagonistas, Ana Brito e Cunha. A história aborda o consultório do Dr. Cooper, um especialista e um homem reconhecido a nível mundial no que concerne ao tratamento de  TOC’s (Transtornos Compulsivos Obsessivos). Histórias, riso, obsessões e comportamentos pouco ortodoxos fazem parte desta peça inspirada em Laurent Baffie que conta com um elenco cheio de caras conhecidas do teatro e do pequeno ecrã (Eduardo Madeira, Manuel Marques, Ana Brito e Cunha, Maria Henrique, António Machado, Marina Albuquerque e Matilde Breyner). Teatro Tivoli BBVA.  Quinta a sábado às 21h30; domingo às 17h00. Bilhetes entre os 15€ aos 20€.

‘Casa de Campo’ é um peça de teatro que aborda temáticas muito humanas como as relações amorosas e as frustrações de cada um. Poderá assistir a esta comédia romântica de quinta a sábado às 19h30, noTeatro Villaret. Bilhetes para a plateia a 10€.

De ‘Por tudo e por Nada’,  o encenador e tradutor, Jorge Silva Melo, escreveu sobre a autora: ‘[Nathalie] Sarraute é uma romancista única, impenetrável. O seu teatro, insinuante e irónico, prolonga o gesto romanesco e amplia-o. Uma das escritas mais pertinentes do século XX, vinda da Rússia que já sabemos ter sido de Tcheckhov. Mas a pequena música de Sarraute é uma música fúnebre: alguém está a morrer.’ Teatro da Politécnica. Em cena até o dia 27 de Abril. Terça e quarta às 19h00; quinta e sexta às 21h00; sábado às 16h00 e às 21h00. Bilhetes a 10€.

’50 anos 50 músicas’: um espetáculo que vai ao encontro das canções que marcaram meio século (1923-1983) e a Constituição da Democracia. Paradise Garage. As sessões iniciam-se às 21h30, às sextas e sábados, e às 16h aos domingos, nos meses de Abril e Maio de 2013, na primeira temporada. Bilhetes a 17€ com descontos para grupos.

‘ÉTER’ constrói-se sobre o signo da espera: das palavras de dois atores e um dramaturgo nasce um texto que reflete sobre as paisagens e desencontros onde esperamos, porque esperamos, com quem esperamos. Esboça-se uma pátria do amanhã e das esperanças num diálogo íntimo com a lenda de D. Sebastião e a poesia de Fernando Pessoa. Teatro Turim. Quinta a Sábado, pelas 21h30; domingo às 17h. Bilhetes a 6€.

STORYTELLING: O maior evento onde se contam histórias e experiências de vida, está de regresso ao país. A decorrer de 11 a 13 de abril, o Grant’s True Tales | Festival venha conhecer as histórias na primeira pessoa de caras bem conhecidas do público. No Cinema de São Jorge. Cada sessão (dia) custa 10€ e serão nomes como Nicolau Breyner, Inês Medeiros, Miguel Esteves Cardoso, Nuno Duarte (Jel), Rui Reininho, Rui Veloso, JP Simões e Armando Teixeira (Balla), Ana Bacalhau, Nuno Markl, só para citar alguns, que irão emprestar as suas palavras. O anfitrião do evento é Joaquim de Almeida.

EXPOSIÇÃO: O trabalho da artista plástica Joana Vasconcelos, no Palácio da Ajuda, estará aberto ao público de quinta a domingo. Não se esqueça que ainda esta semana a Associação da Imprensa Estrangeira em Portugal elegeu a artista plástica como Personalidade do ano. A exposição da promotora Everything is New e da portuguesa que já viu o seu trabalho exposto em Versailles, contou com quase 5,000 visitantes só no primeiro fim de semana. A entrada custa entre 5€ (até 18 anos e mais de 65) aos 20€ (pacote família). As  portas abrem às 10h e encerram às 19h, exceto sábados, em que se estende até às 21h.

MICHAEL JACKSON: Quando estão implicados nomes como o “Cirque de Soleil” e o rei da pop, Michael Jackson, só podemos esperar um espetáculo grandioso. Com sessões bi-diárias a começarem às 17h e às 21h30, de 11 a 14 venha ao Pav. Atlântico ver o tributo ao cantor norte-americano na MICHAEL JACKSON THE IMMORTAL WORLD TOUR e confira por si mesmo! Os bilhetes variam entre os 40€ e os 89€.

VERDI: Entre 10 de abril e 11 de maio, o Teatro Nacional de São Carlos celebra os 200 anos do nascimento de Giuseppe Verdi e apresenta a Trilogia de Verdi, com as óperas Il Trovatore, La Traviata e Rigoletto, com direção musical de Martin André, encenação de Francesco Esposito, desenho de luz de Fabio Rossi e a presença de um elenco de cantores solistas nacionais e internacionais, acompanhados pela Orquestra Sinfónica Portuguesa e pelo Coro do TNSC. Para este fim de semana, porém, existem somente duas atuações: La Traviata, dia 12 (sexta feira), às 20h; e Il Travatore, dia 14 (domingo), às 20h. Os preços situam-se entre os 20€ e os 50€.

FADO: Se gosta de fado, dê uma olhadela ao calendário do Fado In Chiado. Durante cinquenta minutos, artistas de talento na voz, guitarra portuguesa, apresentam o Fado e a música que faz dele a canção nacional.  Consulte aqui a programação. Cine Theatro Gymnasio no Espaço Chiado.

DANÇA: O espetáculo “Mas Antes Andei de Avião” do grupo Oriskas que resulta de uma viagem que Cláudia Laia e Sara Toscano realizaram. É uma viagem física, passada de transporte em transporte e sempre na expetativa de chegar a algum lado, mas nunca saber o que isso realmente implica. Centro Cultural da Malaposta. Sexta dia, dia 12 e sábado, dia 13, às 21h45h. Bilhetes a 7,5€.

TORNEIO DE DANÇA: Já ouvi falar no vídeo jogo Just Dance 4? Se já, então já imagina o que aqui se vai passar. Se não, fica a saber que se trata de uma plataforma em que os jogadores fazem e imitam os passos de dança que o jogo propõe. Se acha que tem o é preciso para levar de vencido nesta matéria e neste jogo em particular, inscreva-se (custam 6€) no torneio “The Game Is On”. Nos dias 13 e 14 de abril, no Cinema City Alegro, em Alfragide, das 10h às 14h, para crianças até aos 12 anos, e das 14h, às 00h para os maiores de 12. Mais se informa que o Júri são caras famosas da MTV que patrocina o evento.

CINEMA: Os filmes que conhecem a sua estreia em território nacional são: “Scary Movie 5 – Um Mítico Susto de Filme”, “A Melhor Oferta”, “Catch .44 – Tiro Certeiro”, “Cativos”, “Esquecido”, “Fausto” e “Regra de Silêncio”.

 

Quinta Feira, dia 11

CONCERTOS: Nilze Carvalho e Tunai, dois nomes que viajam do país irmão para apresentar o ritmo quente brasileiro até ao Lx Factory – Espaço Brasil. Às 22h e o preço dos bilhetes fixam-se nos 10€.

DANÇA: O Nada encerra a trilogia que assume como tema estruturante de ligação o TEMPO, iniciada com O Aqui (Teatro Camões, 16 de Abril 2009) e adensada por O Depois (São Luiz Teatro Municipal, 17 de Dezembro de 2010, primeiro espetáculo de dança áudio-descrito em Portugal). São Luiz Teatro Municipal. Bilhetes a 11€. Início às 21h00 e tem a duração de 1h30m.

CONCERTO: Luísa Sobral no Ritz Clube. A lisboeta apresenta o segundo álbum, “There’s a flower in my bedroom“, desde que radicou para os Estados Unidos para a Escola de Música. Composto por 11 temas, esperam-se surpresas no concerto de apresentação. Talvez alguns colaboradores do novo trabalho?

NOITE: No bar do Lux Frágil, Filho da Mãe,  apresenta “Fazer Para Desistir”. Cláudia Guerreiro (Linda Martini), Hélio Morais (Linda Martini, PAUS, If Lucy Fell),  João Nogueira e Rui Carvalho, apostam no acústico para brindar os presentes com vários nomes de projetos bem conhecidos do nosso país. Entradas a 8€.

 

Sexta Feira, dia 12

CONCERTO: A cantora brasileira e um dos nomes favoritos dos portugueses, Adriana Calcanhotto, apresenta aqui um concerto a solo e que promete fazer as delícias de quem conhece a sua música. Na Culturgest, no Grande Auditório. Os bilhetes custam 18€ (5€ com desconto para jovens até 30 anos). Início às 21h30.

A poetisa Lurdes Saramago Chappell – apresenta Os Ramos Das Árvores Cobrem-Nos A Todos. Vê as suas palavras ecoadas em tons melódicos por Dale Lee Chappel, numa adaptação do universo bilingue da autora. Depois do livro, segue-se o concerto. Com sucesso lá fora (Holanda e Alemanha são exemplos disso), no Auditório Municipal Ruy de Carvalho (Carnaxide), às 21h30. Os bilhetes custam entre os 7€ e os 8€.

Dose duplaCarlos Careq é cantor um compositor nascido em Santa Catarina, no Brasil, embora fosse criado em Curitiba. Apresenta “Alma Boa de lugar nenhum”. No Lx Factory – Espaço Brasil. É o primeiro concerto da noite, seguindo-se de Cida Moreira, num registo em piano e voz, que fecha o segundo espetáculo do dia. Início às 22h e custa 10€.

RIR: Cozinho para Todos é um projeto que se baseia em várias temáticas e que tenta agradar a um vasto leque de pessoas. Fado, stand up, música, religião… tudo serve para tentar levar aos presentes humor e boa disposição. Teatro Villaret Comedy Club. Entradas a 10€ e terá início às 23h45.

NOITE: A polaca Magda regressa ao Lux Frágil, uma casa que conhece bem, para apresentar um som minimal no que melhor se produz no estilo. Entradas a 12€

Therapy Sessions: 10 Years of Filth é uma festa para quem gosta da eletrónica mais acelerada e agressiva, bem no caminho aposto ao estilo apresentado pela convidada na mesma noite no Lux. Aqui reina o drum’n’bass e durará a noite dentro. No Armazém AJ 23, perto do Cais da Matinha. Nomes como Ed Rush & Optical, Katharsys e o inglês, considerado um menino prodígio nestas andanças, Kitech. Bilhetes a 16€ se comprados no dia, 13€ se forem adquiridos previamente.

 

 

Sábado, dia 13

RIR: Villaret Comedy Club é um espaço onde pode descobrir os novos valores do humor nacional. Um palco de stand up comedy onde poderá assistir a comediantes que são o rosto futuro do humor nacional. 
Um espectáculo onde as gargalhadas se sucedem no fim de noite mais divertido de Lisboa! Neste dia, 

CANTAR: Aqui não precisa de saber ler pautas ou ser um profissional de música. Se gosta de cantar, então esta é a experiência para si. No Workshop Let’s Sing, promovido pela Associação Vox Sdr, oferece até dezembro, oportunidade para os que acham que têm o que é preciso para cantar e exibam paixão para isso. Neste dia, os temas terão cariz pop e serão cantados os hits do estilo.  No Teatro Experimental de Cascais. Bilhestes custam 13€

CONCERTO: Com a morte, em 2004, de Jhonn Balance, com quem Peter Christopherson partilhava o projeto desde o início dos anos 80, os Coil, originou a que envolvido em outros projetos, David Tibet acabaria por forjar uma amizade intensa e inquebrável com Balance, seu cúmplice regular nos Current 93, que se manifesta com particular emotividade em “Jhonn,” Uttered Babylon, o primeiro trabalho do novo projeto de David Tibet, MYRNINEREST. Nesta viagem poética sobre a vida e morte de John Balance, vista através dos olhos, coração e palavras de Tibet, a música é inteiramente composta e tocada por James Blackshaw em harmónio e viola de 6 e 12 cordas.  Maria Matos Teatro Municipal. Às 22h e os bilhetes custam 15€.

DANÇA: “Extra-Ordinary” é um Dueto de dança-teatro vencedor do Standard Bank Ovation 2010 e do AMI Award for Dance 2011. Protagonizado por David Toole e Lucy Hind; um sem pernas, outra sem noção. São Luiz Teatro Municipal, na Sala Principal. Preço 11€. Às 21h.

NOITE: IndieLisboa está quase a começar. Este ano o espaço oficial do Indie By Night é o mítico Ritz Clube. Todas as noites do festival acontecem aqui, entre concertos, festas e performances. É o nosso e o vosso ponto de encontro. O festival antecipa-se dançando. Entradas a 5€ e a festa começa às 23h00.

Margaret Dygas é uma polacada radicada nos Estados Unidos que cresceu a ouvir hip-hop mas que ficou amante da eletrónica ao ouvir o house de Danny Tenaglia. Agora, vem até à capital portuguesa depois de se mudar definitivamente para Berlim, na Alemanha. No Ministerium Club, no Terreiro do Paço.

 

Domingo, dia 14

CONCERTO: Márcio Faraco é aquilo a que se pode chamar de um dos principais motores e impulsionadores da MPB (música popular brasileira) e volta a Lisboa, ao Lx – Factory – Espaço Brasil, para apresentar “O Tempo”, o sexto disco de originais, deste compositor de origem brasileira, mas que vive na capital francesa, Paris. Há quem o considere mesmo o Leonard Cohen brasileiro tal é a sua influência romântica e os traços sentimentais que coloca nas suas canções.  Entradas custam 10€.

CIDADE: A Feira de Arte e Antiguidade na Cordoaria Nacional abre uma exposição que contém Cadeiras e outros objetos de séculos distantes, ao lado de quadros, esculturas e instalações contemporâneas para lisboeta ver e colecionador, quiçá, adquirir. Também há música e comida.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui