Início Saúde Bem Estar Os 5 mitos da celulite e como a fazer desaparecer

Os 5 mitos da celulite e como a fazer desaparecer

263
0

Conheça os 5 mitos da celulite e os passos para, finalmente, a remover.

 

A definição de celulite ainda é algo um pouco vago na mente de todos nós. Explicações desde “depósitos de gordura” a “fibras que puxam a pele” são lidas e ouvidas quase todos os dias, especialmente à medida que os meses de verão se aproximam. A verdade é que são poucas as pessoas que realmente sabem e compreendem o que a celulite é e o que a faz aparecer nas zonas inferiores do corpo.

A palavra “celulite” foi inventada num spa europeu há décadas atrás, descrevendo assim as covas e altos presentes na pele das partes inferiores do corpo. A partir dessa altura apareceram vários tratamentos e promessas de “cura” que a fariam desaparecer, no entanto sem grandes resultados a longo prazo.

A seguir, partilhamos os mitos associados à celulite e aos métodos “tradicionais” de a remover (ou tentar!).

1)      A celulite não se consegue remover a massajar géis, cremes ou loções com nomes estranhos nas áreas problemáticas.

Por isso mais vale deixarem de os usar, já que muitos deles podem até agravar a “condição”. Embora haja vários cremes que prometam a redução e remoção da celulite, é impossível que estes realmente funcionem. A Celulite não é um problema de pele mas um problema interno de estrutura do músculo que só pode ser corrigido ao “desatrofiar” os músculos afetados.

2)      Tratamentos caros e por vezes arriscados dos spas só reduzem a conta bancária, e não o que realmente interessa.

Tratamentos com luz, película aderente e outros que tais têm sido categorizados como ineficazes no tratamento da celulite, no entanto as campanhas de publicidade e de marketing continuam a publicitar estes tratamentos ao público em geral.

3)      As covas, altos e sombras, também conhecidos por celulite, não são genéticos e não são para a vida toda.

Estes são dois dos mitos mais conhecidos e passados boca-a-boca entre gerações e até médicos acreditam nestes duas “lendas”. Embora seja comum ver mães e filhas com celulite e pernas casca de laranja, isso não faz com que seja genético, apenas quer dizer que ambas não sabem como exercitar os músculos que estão por baixo das áreas problemáticas.

4)      A celulite pode sempre ser tratada, independentemente da idade e/ou de quando se começa a notar o seu aparecimento.

Visto que a celulite é, no fundo, um “problema” muscular, pode ser tratada através de exercícios que podem ser adaptados a qualquer idade, mulher (ou homem) e a qualquer rotina diária, independentemente de quando começou a aparecer. No entanto, quanto mais tarde se decidir atacar o problema, mais difícil poderá ser a recuperação.

5)      A única maneira de remover eficaz e permanentemente a celulite é através de uma série de movimentos simples e focados na zona inferior.

Estes movimentos focam-se em levantar e tonificar as camadas de músculos existentes para que estes possam fazer força contra a pele, removendo assim as covas e “buracos” a que comummente se chama de celulite. Além de ajudar à celulite estes exercícios também queimam a possível gordura existente nestas áreas.

Lembre-se, a celulite é causada por uma atrofia muscular, ou seja, os músculos da zona não estão a ser usados e exercitados com frequência. Embora estes exercícios a removam, tem de ser criada uma rotina diária, mesmo após estar 100% livre de celulite, para que esta não volte a aparecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui